Audimetria Semanal

Audimetria Semanal – 26ª Edição

alt

Muito boa noite. Mais um sábado, mais uma edição de Audimetria Semanal. Sintonize-se com o destaque das audiências no TV Universo/Televisão-Opinião a partir deste momento!
Salto Alto – Passione

alt

Deverá ser um resultado passageiro, mas não deixa de ser curioso que Passione, na última quinta-feira, tenha conseguido obter o seu melhor share desde que estreou. A ser transmitida um pouco antes da meia-noite, a novela da Globo subiu aos 29,5% de share. Apesar de Passione ter começado quando Meu Amor já tinha terminado, não deixa de ser um bom resultado para esta história. Talvez seja este o caminho que Passione necessite de tomar, para conseguir subir nas audiências futuramente. O confronto directo com Meu Amor não resulta, tal como já foi possível reparar. E que tal, colocar a novela imediatamente a seguir ao término da da TVI? Se Passione conseguir, desta forma, ganhar fôlego, poderá iniciar-se cada vez mais cedo, combatendo aos poucos Meu Amor. Será um passo atrás, é verdade, mas poderá esta decisão acabar por dar dois ou três em relação ao seu actual estado, se os resultados subirem. A verdade é que é necessário fazer algo, pois os portugueses ainda não se apaixonaram pela Passione da SIC.

A semana de Agora É Que Conta
 

alt

O novo programa de Fátima Lopes estreou na terça-feira, 21 de Setembro, na estação de Queluz de Baixo. A substituir um fraco Quem Quer Ganha, Agora É Que Conta veio dar ânimo às tardes da TVI. Os shares obtidos pelas quatro emissões do novo concurso do canal da Media Capital foram bastante satisfatórias. Na sua estreia, Agora É Que Conta esmagou a concorrência com uns arrasadores 40,4% de share. Na segunda emissão, o resultado não foi muito diferente: 40,2%. Por fim, na quinta e sexta-feira, os valores do concurso desceram, mas chegaram para vencer as boas tardes da SIC, e as vindimas da RTP. Fátima Lopes só pode estar contente com o sucesso do programa na sua primeira semana de exibição. Afinal, o que pode uma apresentadora ambicionar mais, para além de obter bons resultados, vencer a concorrência, ser uma nova estrela de um canal, ser notícia no Jornal Nacional? Pouco resta, mas muito falta ainda à antiga “senhora das manhãs”. O que dirão os críticos de televisão sobre Agora É Que Conta? Será que o concurso conta mesmo para a qualidade da televisão portuguesa? Não estou a afirmar, mas sim a questionar. O que é certo é que Queluz de Baixo deixou de ter um vazio de 15% de share à tarde, e passou a obter uma média superior a 30%. E este é o dado que, de momento, interessa a André Cerqueira.

A Mina – Minutos Mágicos

alt

O novo programa de magia da SIC não esteve bem na sua estreia. Os Minutos Mágicos tornaram-se um fracasso após os primeiros segundos de emissão. Não vi o programa, mas reparei nos seus resultados. Às 22:00, Mário Daniel não conseguiu iludir os portugueses. A magia acabou por obter apenas 5,1% de audiência média e 15% de share. À mesma hora, até Dá-me Música, com Catarina Furtado, conseguiu obter um melhor resultado. Tendo em conta algumas opiniões, parece-me que Minutos Mágicos está bem pensado. No entanto, fará sentido apostar num programa de magia quando, no historial da SIC, já foram transmitidos cerca de dois há pouco tempo? Apesar de ser um produto que, tendo por base o tema, acaba por diversificar a grelha da estação de Carnaxide, conseguirá o programa de Mário Daniel redimir-se do seu primeiro resultado? Quatro anos de espera serviram mesmo para conseguir colocar de pé este programa?

MMV – Minuto Mais Visto da Semana

alt
Esta semana, o Minuto Mais Visto pertenceu à RTP1. A partida entre o Benfica e o H. Telaviv alcançou, às 21:31, do dia 14 de Setembro, 19,4% de audiência média e 49,9% de share. Em segundo lugar ficou a gala Somos Portugal, da TVI. No dia 15 deste mês, a gala de Queluz de Baixo conseguiu atingir os 18,6% de rating às 22:43.

Porque No Te Callas Júlia Pinheiro?

alt

A apresentadora de Secret Story já está desvendada. Júlia Pinheiro foi a escolhida, tal como era de esperar. No entanto, a estrela da TVI decidiu só agora confirmar o seu posto no reality-show da TVI. “Porque me apeteceu. Porque é giro”, confessou a apresentadora ao Diário de Notícias, quando lhe perguntaram o porquê de ter demorado a assumir-se como condutora de A Casa dos Segredos. Questiono eu, será mesmo por isso Júlia? Ainda não estou totalmente convencido de que será a cara de As Tardes da Júlia a ficar com o reality-show, mas de momento, consigo acreditar nas suas palavras. O que eu acho engraçado é o facto de a estrela de Queluz de Baixo responder que acha giro apresentar-se como a condutora de Secret Story uma semana antes de o concurso estrear. Não será antes uma estratégia? Os valores de Ídolos assustam de tal modo a TVI, que justificam esconder a cara de Secret Story? Porque No Te Callas Júlia?

Uma pergunta a… Nuno Santos

alt
A perfomance de Diana Chaves é de tal modo convincente, que justifica o ordenado que a actriz recebe? As audiências de Laços de Sangue tem sido satisfatórias. A novela está bem escrita. No entanto, a prestação da apresentadora do extinto Salve-se Quem Puder é medíucre. Considero-a mesmo inferior ao trabalho que tem sido desenvolvido por Débora Ghira, cujo currículo é bem inferior ao de Diana Chaves. A escolha desta actriz para personagem principal de Laços de Sangue foi uma má opção de Carnaxide e, mais concretamente, de Nuno Santos. Ela ainda está muito verde, e o papel não lhe assenta bem. Cheira-me a “sonsa”.

Até para a semana!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close