Audiências à Lupa Rubricas

Audiências à Lupa: novembro 2012

audiencias_lupa2012

audiencias_lupa2012

O ano está prestes a acabar e o Audiências à Lupa regressa com a análise do mês de novembro. Amanhã fecharemos o mês de dezembro e ficaremos também a saber quem venceu afinal o ano de 2012. Mas até lá, olhemos as Audiências à Lupa do mês novembro.

novembro 1

Embora a SIC não tenha vencido em muitas ocasiões, a verdade é que a luta pela liderança entre as generalistas foi bem mais próxima. Ainda assim, a TVI voltou a levar a melhor durante a maioria dos dias, fruto, sobretudo, de um day time durante a semana muito forte e «Secret Story». Com um horário nobre mais enfraquecido, particularmente, devido às suas novelas, a TVI conseguiu vencer pela sua força com «Você na TV» e outros talk shows durante a tarde. Se não fosse esse poderio que Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira ofereceram à estação, talvez o resultado tivesse sido outro, já que «Gabriela» e «Dancin’ Days» na SIC venceram na generalidade dos dias o horário nobre.

Já o primeiro canal continua na sua quebra vertiginosa. Raras foram as vezes que registou valores superiores a 15% de share como média do dia. A RTP1 sofreu com a mudança no painel de medição de audiências e, quanto a mim, não merece os resultados que está a fazer… será que não estamos a assistir a uma manipulação que muito tem a ver com a possível venda da estação pública? Dificilmente saberemos e a RTP1 continuará a ter os mesmos resultados. Infelizmente.

Mas, como habitualmente, existem diferenças aos sábados e domingos, se compararmos com os dias úteis. Ora, senão, veja o gráfico apresentado em seguida.

novembro 2

O domínio da TVI chega a ser avassalador durante os fins de semana. Vemos que a TVI luta apenas pelo público do Cabo e vice-versa. A SIC mantém valores estáveis, com o fracasso de «Toca a Mexer», ainda assim a manter os 20% de share na média do dia. Dos males o menor. Contudo, a TVI é que se aproxima frequentemente dos 30%, descendo apenas quando o Cabo aumenta ligeiramente, o que tende a acontecer aos sábados. «Secret Story» continuou no mês de novembro a fazer das suas e a não dar hipóteses à concorrência.

Agora repare-se nos valores feitos pela RTP1. De facto, a estação pública precisa urgentemente de um formato forte para os fins de semana, um leque de filmes mais recentes, talvez, ou melhor promovidos… De outra forma, será complicado competir com as restantes generalistas.

Vejamos então estes valores em quadro.

novembro quadro

Tal como já foi referido, a SIC está próxima da TVI, mas particularmente nos dias úteis, por força da sua ficção que está a ganhar peso nas preferências dos portugueses. Por outro lado, a TVI e Cabo ganham preponderância nos fins de semana, ora por Teresa Guilherme e pelo seu «Secret Story» ora por uma maior diversidade de conteúdos oferecida pelo Cabo.

Relativamente aos valores mínimos e máximos, o destaque vai mesmo para a RTP1, que teve um mísero mínimo de 8,8% e o máximo foi de 15,9% de share. Valores péssimos para o canal, pois o fosso face às outras generalistas alarga-se. A SIC mantém uma amplitude de cerca de 6% de share entre o mínimo e máximo, o mesmo verificando-se para a TVI, mas com valores 2 pontos acima da estação de Carnaxide.

De facto, «Secret Story» continua a fazer das suas e a garantir a liderança à TVI, a par de Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira. Será que a eventual saída desta dupla não vai baralhar as contas das audiências? Estou convencida que sim. E pode estar mais próximo do que se pensa. Ainda assim, há que realçar o desempenho de «Gabriela», «Dancin’ Days» e até «Avenida Brasil», que derrotaram a ficção de Queluz de Baixo.

Quanto a dezembro, estas tendências deverão acentuar-se, mas saberemos já amanhã, quando o Audiências à Lupa regressar para analisar esse mês. Fique atento.

  • dfghj

    «Se não fosse esse poderio que Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira ofereceram à estação, talvez o resultado tivesse sido outro, …»

    Não querem ser um bocado mais fanáticos??
    E que tal dizer que se a SIC também não tivesse a “Gabriela” também andava a flopar?!?! É que a TVI depende de programas líderes feitos por si (VTV, JdU, TdeV, ATES, SS, Jd8), ao contrário da SIC que depende de um programa líder (Gaby)… ora, vendo isto, aqui a estação mais fraca e que devia ter sido negativamente destacada é a SIC e não a TVI, pois é líder em 18h do dia e com programas seus! Essa bocado do “se não fosse a Cristina e o Goucha” é muito foleira, quando a TVI tem não sei quantos programas líderes e a SIC apenas tem um (que é da Globo, ainda por cima).

    • djar

      concordo plenamente contigo senão fosse a gabriela as restantes novelas da sic teriam piores audiências, a sic não sabe investir nos seus programas

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close