Audiências à Lupa

Audiências à Lupa: julho 2011

audiencias_a_lupa

De audiências se faz a nossa televisão. E nada melhor do que ter uma visão global dos números do mês. Se por um lado esta análise tem aspetos monótonos, também existem grandes novidades e pontos de interesse. Vamos a mais um Audiências à Lupa, desta vez, do mês de julho.

O Cabo continua cada vez mais primeiro, sendo esta uma tendência que se tem acentuado nos últimos meses. Ainda para mais com a atualização do universo de lares medidos para abarcarem a maior percentagem de pessoas que tem mais do que as 4 generalistas, leva a que estejamos perante uma tendência de futuro e inegável. Daí que importe questionar se fará sentido continuar a analisar as audiências desta forma.

A parte mais interessante dos números deste mês é o facto da SIC e TVI terem tido um mês muito renhido no que toca a audiências. Isso ficou a dever-se sobretudo ao Peso Pesado e Perdidos na Tribo, mas também a um horário nobre mais competitivo por parte da estação de Carnaxide. Já a RTP1 foi relegada para 4ºlugar na guerra audimétrica. A RTP2 registou uma grande amplitude de resultados e em particular um aumento generalizado das suas médias diárias, face ao que vinha registando. Isto estará certamente relacionado com a pequenada que estava de férias (e ainda está).

Vejamos se existem diferenças entre os valores dos dias úteis e dos fins-de-semana.

As conclusões a retirar deste gráfico são semelhantes às da média do mês. Mas existem algumas tendências que se acentuam, como é o caso da RTP1 ter uma pior oferta ao fim-de-semana que acaba por a prejudicar ao nível audimétrico nesses dias. Por outro lado, a SIC é claramente mais forte aos domingos, mas perdendo aos sábados para a TVI (e Cabo). Ora estes resultados estão em muito relacionados com os reality-shows (ou sátiras) das generalistas, Último a Sair (com resultados pavorosos), Peso Pesado (com resultados elevados) e Perdidos na Tribo (igualmente fortes, embora perdendo na última gala de forma desastrosa).

Vejamos, então, estas tendências em números.

Tal como referido anteriormente, o Cabo afasta-se definitivamente das generalistas, enquanto a SIC e TVI estão um pouco mais próximas, sendo que a TVI leva vantagem na média global, mas perdendo na média dos fins-de-semana. A estação de Carnaxide é aquela que regista uma maior amplitude audimétrica, o que revela a sua inconstância. O Cabo, esse sim, mantém valores sempre muito elevados, contrastando com o valor mínimo miserável da RTP1.

Como estamos em época balnear e o consumo televisivo é reduzido, estas audiências podem apenas ser fruto da sazonalidade e quando estrearem os novos produtos das generalistas se acentuem as diferenças entre todas. Contudo, uma coisa é certa, o Cabo, esse, vai manter-se a crescer, pelo menos se as generalistas continuarem a implementar as receitas de sempre… embora, para ser sincera, creio que nem a alteração de políticas vai inverter os hábitos dos portugueses que se começam a formar e que se centram na oferta do Cabo.

O Audiências à Lupa termina aqui, com votos de umas boas férias, e volto com a análise de agosto.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close