Audiências à Lupa

Audiências à Lupa: Fevereiro 2011

Audiências à Lupa

Vamos olhar as Audiências à Lupa. Desta feita é o mês de Fevereiro que será analisado. O esquema é o habitual desta rubrica – primeiro uma análise global do mês, posteriormente diferencia-se os fins-de-semana e, por último, e porque a televisão, muitas vezes, se faz de números, apresentamos dados mais quantitativos.

Avancemos, então, para o gráfico respeitante às audiências dos canais generalistas e os valores agregados dos canais por cabo.

Olhando para a evolução de audiências do mês verificamos que a TVI continua confortavelmente na liderança, enquanto se nota uma grande subida do Cabo, confrontando e ganhando espectadores à RTP1 e SIC. Porém, podemos observar também que a TVI apenas não ocupou a posição de líder em poucas ocasiões, sendo o Cabo aquele que mais lhe conseguiu fazer frente. Vejamos então, se isto se deve a uma diferença entre as programações dos dias úteis e dos fins-de-semana.

De facto, a TVI apenas conseguiu ganhar três dos oito dias de fim-de-semana de Fevereiro (menos de metade), correspondendo a domingos e não sábados, o que é surpreendente se considerarmos que Portugal tem Talento se iniciou com elevadas audiências, conseguindo opor-se por diversas vezes à aposta Uma Canção para Ti da estação de Queluz de Baixo. Assim, estes resultados ficaram a dever-se sobretudo aos jogos de futebol emitidos que muito contribuíram para uma liderança no horário nobre por parte da TVI aos domingos.

Para além disso, outra conclusão que salta à vista do gráfico é, mais uma vez, o crescendo do Cabo enquanto alternativa às generalistas. A verdade é que o Cabo também conseguiu liderar por três ocasiões, sendo, neste caso, aos sábados que mais espectadores optam pelos canais de cabo. Assim, podemos dizer que há cada vez mais telespectadores a optar por canais mais temáticos que oferecem entretenimento mais direccionado e que, por vezes, não estão tão disponíveis durante a semana. No fundo, trata-se de uma questão de hábito dos portugueses.

Vamos, então, passar para uma visão mais numérica da globalidade destes resultados.

A conclusão mais relevante que podemos retirar do quadro acima apresentado é que o Cabo ocupou a posição de segundo lugar no cômputo geral das audiências do mês de Fevereiro. A SIC desceu para quarto lugar e a TVI continua forte na média global mas também no que respeita aos fins-de-semana. Parece claro que é durante a semana que a TVI e a RTP parecem fidelizar mais os seus telespectadores, provavelmente devido ao facto de haver uma maior procura de diversidade durante os fins-de-semana. Por outro lado, é a SIC e o  Cabo que mais crescem aos sábados e domingos.

Por último, podemos constatar que foi a RTP1 que registou o pico máximo de audiências, mas também aquela que registou o mínimo (excluindo a RTP2), obtendo assim uma maior amplitude audimétrica.

Em suma, Fevereiro é o mês que marca a chegada do Cabo ao 2º lugar das audiências e deixa a questão no ar: será que se conseguirá manter? Será que os portugueses estão, de facto, a alterar os seus hábitos e a procurar mais diversidade? Dê o seu palpite.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close