Audiências à Lupa

Audiências à Lupa: Abril 2011

audiencias_a_lupa

Estreamos hoje mais um espaço n’A Televisão. Audiências à Lupa tem como objetivo dar uma visão abrangente das audiências, apostando numa apresentação gráfica daquilo que são os resultados mensais dos cinco intervenientes. É também uma oportunidade para refletirmos sobre a evolução dos resultados audimétricos, bem como questionarmo-nos sobre o que se avizinha. Avancemos de imediato para o que interessa. Vamos olhar as Audiências à Lupa do mês de Abril.

Em primeiro lugar, vejamos como os canais se comportaram durante o mês todo com o gráfico apresentado em seguida.

Podemos verificar que a TVI e o Cabo foram neste mês aqueles que mais lutaram pela liderança diária, havendo ainda a SIC a intrometer-se, tipicamente mais aos fins-de-semana, mas faremos essa análise a seu tempo. Aqui o que vemos é que a TVI continua a liderar de uma forma geral as audiências, mas sendo destronada talvez mais frequentemente desse posto do que há uns tempos. Será este um sinal de mudança dos gostos dos portugueses ou foi coincidência? Eu diria que é indiscutível que o Cabo ganha cada vez mais peso nas audiências, o que demonstra, do meu ponto de vista, que os portugueses não estão inteiramente satisfeitos com a oferta em canal aberto. A diversidade do Cabo tem vindo a fidelizar mais os telespetadores, o que pode ser uma dica para as direções de programação dos quatro canais (em particular RTP 1, SIC e TVI) para apostarem em produtos novos e diversificados.

Por outro lado, é possível constatar que a RTP 1 se posicionou cada vez mais fora do pódio audimétrico, o que nos leva a refletir sobre a necessidade ou consequências da privatização que poderá acontecer num futuro próximo. Será que o Quinto Canal conseguirá dinamizar ainda mais esta concorrência em sinal aberto? Resta-nos aguardar para perceber como tudo vai acontecer. Entretanto, vejamos as audiências de fim-de-semana, pois, tipicamente, existem diferenças significativas em termos de posição audimétrica dos canais.

Importa referir que, nesta altura, ainda estavam em exibição os talent shows Portugal Tem Talento (SIC) e Uma Canção Para Ti (TVI). Assim, verificamos que aos sábados a SIC proporcionou uma concorrência mais aguerrida à liderança da TVI, havendo ainda uma constância do Cabo enquanto alternativa ao sinal aberto. A RTP 1, essa é que atinge valores muito inferiores aos fins-de-semana do que nos dias úteis. Aos domingos, a TVI liderou com o seu Uma Canção Para Ti, mas a decrescer substancialmente aos sábados e, particularmente, com o final do programa, a ter uma audiência média de fim-de-semana bastante inferior.

Mais uma vez, isto revela que os telespetadores têm gostos diferentes e interessam-se por outros conteúdos ao fim-de-semana, o que nos leva a questionar a aposta nos mesmos programas dos dias úteis aos fins-de-semana? Será que têm algo a ganhar ou será também esta uma forma de desgastar os seus produtos? Fica a questão para reflexão. Agora vejamos o quadro que sumaria todos estes valores.

O que podemos constatar do quadro apresentado acima é que a TVI continua com uma liderança forte, mas o Cabo aproxima-se a olhos vistos, tendo particular importância aos fins-de-semana, assim como a concorrência da SIC. Por outro lado, a RTP 1 está cada vez mais, talvez, fora da luta pelo primeiro lugar, será isto fruto da ausência de uma aposta forte no entretenimento de massas? Poderíamos questionar antes se estes resultados estão associados à condição de serviço público.

Relativamente às diferenças para o fim-de-semana, a TVI conseguiu suplantar a sua tradicional quebra nesse período com os resultados muito bons aos domingos, havendo pouca variação global a esse nível. Por outro lado, a SIC e Cabo sofrem quebras acentuadas nos dias úteis, sendo que com a RTP 1 se passa exatamente o oposto.

A RTP 2 teve em Abril a sua média mensal mais elevada do ano, mas a ter um resultado mínimo muito fraco, sendo mais forte durante a semana. Neste sentido, podemos dizer que a TVI, RTP 1 e RTP 2 têm um público fiel durante a semana, mas que acaba por procurar outras alternativas aos fins-de-semana. O que poderão estes canais fazer para contradizer esta tendência? Será que as posições se mantiveram no mês de Maio?

Vamos olhar as Audiências à Lupa já na próxima segunda-feira, com a análise do mês de Maio. Fique atento À sua Televisão!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close