Audiências à Lupa Rubricas

Audiências à Lupa: abril 2013

audiencias_lupa2012

audiencias_lupa2012

Para terminar esta ronda especial de Audiências à Lupa, vamos analisar o mês de abril. Terminado há poucos dias, o mês trouxe novidades na luta pelas audiências, ora se não veja.

abril 1

Durante o último mês, a TVI acabou por alargar um pouco a sua margem face à SIC, embora tenha perdido a liderança das generalistas ainda algumas vezes durante os 30 dias. Verificamos que quer uma, quer outra, se mostram muito instáveis, o que revela que a consolidação destes resultados é reduzida. Isto tem a ver essencialmente com dois fatores: (1) por um lado a SIC tem vindo a vencer no horário nobre, com Dancin’ Days a fazer das suas, bem como Avenida Brasil. De facto, as novas produções da TVI não vingaram e os portugueses continuam fiéis à ficção da SIC, maioritariamente. (2) por outro lado, o daytime da TVI não dá tréguas, desde as manhãs com Você na TV! às tardes e informativos, Carnaxide não os consegue vencer… pelo menos com esta receita, está visto que não.

Relativamente à RTP1, vemos que mantém valores deploráveis, nunca ultrapassando a fasquia dos 15% de share, com a sua irmã a manter os seus valores habituais. Por fim, o Cabo, continua instável, mas seguro na liderança da televisão portuguesa, particularmente em alguns períodos, ora se não veja lá o gráfico dos fins de semana.

abril 2

Realmente o Cabo é especialmente poderoso aos fins de semana, assim como a TVI, com as suas apostas na ficção aos sábados e no entretenimento aos domingos a fazer mossa na grelha das restantes concorrentes. Apesar disso, notam-se oscilações de sábado para domingo, realmente devido ao poderio que o seu horário nobre de domingo tem face a sábados, tipicamente, também, uma noite de baixo consumo televisivo.

Os canais públicos vão, tipicamente, abaixo nestes períodos, pois carecem de um produto que agarre os espectadores. Está visto que aqueles formatos de «médio» entretenimento não dão frutos, é escusado investir neles. Com qualidade ou sem, não funcionam.

Olhemos, então, para os números do mês.

abril quadro

Ora cá estão eles. Olhe-se para a média da RTP1. Realmente, com esta consistência no medíocre, não se avizinha nada de bom para o canal, assim como para a RTP2. É surpreendente como ambos têm descido nos últimos meses, especialmente pelas alterações na grelha implementadas, apresentando formatos, na minha opinião, de grande qualidade.

Quanto à luta entre a SIC e TVI, vemos que a diferença em termos de média se alargou, mas realça-se um crescendo nos dias úteis por parte do canal de Carnaxide, embora se mantenha fora da luta com a TVI. De facto, a estreia de Big Brother VIP volta a baralhar as coisas. Se é verdade que a ficção da SIC lidera, atualmente, também é verdade que os portugueses gostam (por mais que digam que não) deste tipo de formato, as audiências comprovam isso mesmo. Com exibição diária, permite alavancar os resultados do canal como um todo, reforçando a sua liderança.

Veja-se o maior peso dos fins de semana em termos de resultados da TVI, bem como do Cabo, em dias que os portugueses, tipicamente, apostam e formatos diversificados e de entretenimento, indo em busca de algo diferente da sua rotina dos dias úteis.

Será que esta tendência se vai manter? Teresa Guilherme e companhia vão conseguir derrubar a liderança da ficção da SIC (já que acredito que as novas novelas da TVI não chegarão lá sozinhas)? Bem, só o tempo o dirá e nós, que voltamos para o mês que vem, para olharmos as Audiências de maio à Lupa. Até lá!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close