Audiências à Lupa Rubricas

Audiências à Lupa: abril 2012

Avançamos, hoje, para a análise do mês de abril de 2012, o segundo mês em que a GfK é a empresa responsável pela medição das audiências da televisão portuguesa. Apesar disso, a polémica não se atenuou, antes pelo contrário. Mas vamos ao que interessa primeiro – à evolução audimétrica ao longo do mês de abril.

A tendência de aproximação entre a TVI e SIC manteve-se, face a março, com o Cabo a distanciar-se e a RTP1 a afastar-se definitivamente para valores medíocres. Comecemos pelo Cabo, que havia manifestado uma clara vantagem perante a concorrência, quer antes quer depois da alteração da empresa responsável pela medição das audiências, mas neste mês de abril, não foi batido por nenhuma das generalistas, algo que raramente aconteceu no último ano. Pelo contrário, a TVI perdeu algum fulgor tanto perante a grande ameaça do Cabo, como perante a SIC, que com a GfK e a alteração da amostra, passou a ter valores mais próximos da estação de Queluz de Baixo, conseguindo mesmo vencer em alguns dias.

A RTP1, essa, tal como já se havia verificado em março, mantém-se irremediavelmente na 4ª posição, apenas conseguindo aproximar-se das suas concorrentes diretas muito esporadicamente. De facto, eu diria que a nova amostra acabou por vir comprometer os resultados da ainda estação pública, isto assumindo que os mesmos não são manipulados e que não se trata de uma ‘jogada’ na privatização do canal.

Se considerarmos os últimos meses, assistimos a uma maior competitividade por parte da estação de Carnaxide e de Queluz de Baixo, mas a RTP1 que antes da GfK ainda conseguia aproximar-se desses canais, agora fica longe, muito longe. Assim, podemos dizer que a tendência de aproximação se mantém face aos últimos meses, deixando a questão: será que a GfK veio beneficiar assim tanto a SIC ou a TVI? Cada um dos canais terá certamente uma opinião (assim como os fanboys/fangirls). Quanto a mim, esta mudança veio apenas tornar mais interessante esta luta pela liderança audimétrica e, na minha opinião, reflete uma mudança de hábitos dos portugueses, que da minha experiência e das pessoas que me rodeiam, acaba por ser real e verdadeira. Deste modo, inovação é o que se precisa. Novelas e mais novelas, reality-shows mais reality-shows já não são a receita do sucesso e a prova disso é “A Tua Cara Não me É estranha” que muito tem dado que falar.

Prossigamos, então, para a análise dos fins de semana.

Mais uma vez, as tendências anteriormente mencionadas mantêm-se. Os domingos são, sem dúvida, dias TVI, por força do formato que conta com a dupla Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira a conduzir. Mas aos sábados nota-se uma aproximação da SIC. Ainda assim, verificamos que a luta continua renhida, com o Cabo substancialmente destacado. A RTP1, mais uma vez, regista valores miseráveis. De notar, ainda, que o fosso entre Cabo e generalistas de alargou nos últimos fins de semana do mês.

Ora vamos, então, aos números do mês.

Podemos observar nos números a tal tendência de aproximação da SIC e TVI, o distanciamento do Cabo, com mais de 36% de share médio do mês de abril, enquanto a RTP1 registou uma média mensal inferior a 14%. Na generalidade os canais registam valores melhores aos fins de semana, com exceção da RTP1 e SIC, esta última por muito pouco. De realçar ainda o mínimo registado pela RTP1, menos de 10%, um valor absolutamente trágico para o canal público. Já o Cabo conseguiu alcançar num dia mais de 42% de share, sendo o seu mínimo superior aos valores registados por todos os outros canais, tal como já havíamos referido.

Em suma e, na minha opinião, a GfK, goste-se ou não, veio apimentar esta luta pelas audiências e não será por A, B ou C deixar de olhar para os seus resultados que os mesmos deixam de existir. São estas as audiências ‘oficiais’, são estas que é preciso vencer.

Amanhã avançamos para a análise de maio de 2012. Contamos consigo em mais um Audiências à Lupa.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close