Ainda Sou do Tempo Rubricas

«Ainda sou do Tempo…» de «Ninguém Como Tu»

Ainda sou do Tempo

Estávamos no final do século passado, em 1999, quando a TVI decidiu apostar na primeira novela portuguesa do canal, escrita e representada por profissionais portugueses. «Todo o Tempo do Mundo» iniciou esta longa caminhada, que ficou marcada com vários sucessos na história do canal e da ficção nacional.

Apesar de dezenas de novelas produzidas pela TVI, existiu uma que se destacou, e que ainda hoje permanece na memória dos portugueses. Falo-vos da novela «Ninguém Como Tu», emitida em 2005.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=9sGuD4RAELw]

«Ninguém Como Tu» estreou no dia 3 de abril de 2005, e permaneceu no canal com um total de 199 episódios, terminando a 20 de dezembro do mesmo ano. Foi escrita por Rui Vilhena, sendo a primeira novela do autor para a TVI.

«Ninguém Como Tu» contou com um elenco de luxo, com nomes bastante conhecidos do público português, tais como Alexandra Lencastre, Dalila Carmo, Manuela Couto, Nuno Homem de Sá, Sofia Aparício, Rosa Lobato de Faria, entre muitos outros.

A história central da novela envolvia três mulheres, irmãs, Luíza Albuquerque (Alexandra Lencastre), Dulce da Silva (Manuela Couto) e Júlia dos Santos (Dalila Carmo). As três irmãs tinham feitios muito distintos, sendo Luíza Albuquerque uma mulher que ambicionava chegar à fama e às grandes elites sociais. As outras duas irmãs, opondo-se a Luíza Albuquerque, eram humildes e mostravam um grande orgulho pela família.

Uma parte do enredo de «Ninguém Como Tu» estava ligado aos dramas existentes nas famílias destas três irmãs. No entanto, o que tornou esta novela tão especial foi o mistério criado pela morte de uma personagem.

Luíza Albuquerque, para subir na vida, decidiu conquistar um homem rico, que lhe poderia dar tudo o que ela queria. António Calado (Nuno Homem de Sá) era esse homem, que depois de se ter separado, caiu nos braços de Luíza Albuquerque.

Numa noite de tempestade, António Calado foi morto, no seu próprio quarto, sem que se tenha revelado a identidade do assassino. Durante os restantes episódios, o enredo da novela girava à volta de quem o tinha morto, onde todos os personagens, excepto as crianças, eram suspeitos. Todos tinham razões para o ter morto, mas só um tinha levado essa tarefa em frente.

Durante meses, o país perguntava a si mesmo, «Quem matou o António?», mas só no último episódio é que a verdadeira identidade do assassino foi revelada. Quem o tinha morto foi a melhor amiga e conselheira de Luíza Albuquerque, Guida Martins (Sofia Aparício), com o objetivo de fazer as vontades que Luíza Albuquerque, inconscientemente, lhe ia revelando.

No final, Luíza Albuquerque morre, com uma cena surpreendente, onde a sua mãe, Milú (Rosa Lobato de Faria) a vem buscar em espírito.

Para além do enredo central, «Ninguém Como Tu» abordou temas como a homossexualidade e a cleptomania.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=ifI7UqS7AGA]

Esta novela, para além de todo o seu sucesso em audiências, foi premiada, em outubro de 2005, com o Prémio Arco-íris, da Associação ILGA Portugal, pelo seu contributo na luta contra a discriminação e homofobia.

Em termos audiométricos, o primeiro episódio obteve 14,3% de rating e 33,9% de share. O último episódio, onde foi revelado a identidade do assassino obteve 25,9% de rating e 67,2% share. Com um total de 199 episódios, a novela obteve uma audiência média de 16,5% rating e 42,3% de share.

O mesmo autor, Rui Vilhena, dois anos mais tarde, repetiu o sucesso com «Tempo de Viver», que actualmente é emitida nas tardes da TVI.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Ccra7M0FD04]

A equipa d’A Televisão sugere a sua participação, motivação e partilha de vivências. Entre em contacto connosco e faça parte desta viagem no tempo, onde a sua opinião conta. Sugira, critique e/ou comente programas que fizeram parte do seu tempo, faça a sua opinião valer a pena!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

  • Alexandra Lencastre

    És cego, filho.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close