Lua Vermelha

Lua Vermelha é a nova série juvenil da SIC. Protagonizada por Mafalda Luís de Castro (“Isabel Oliveira”) e Rui Porto Nunes (“Afonso Azevedo”), a história gira em torno dos amores e desamores de estudantes de uma escola de Sintra que convivem com o fenómeno dos vampiros. Nessa escola de excelência é-lhes exigido muito, onde têm que se dedicar ao desporto e às actividades culturais.

Sintra foi escolhida para o desenrolar desta história, pois é um sítio muito propício para mostrar a relação entre o mundo desconhecido e os fenómenos esotéricos, o que não será de estranhar o aparecimento de vampiros. E, entre a escola, o bar cheio de encontros e a serra, centrar-se-á a luta dos vampiros para sobreviverem e a luta dos homens para sobreviverem aos vampiros.

E, numa história de vampiros e humanos, haverá hierarquias, definindo quem pertence a cada “mundo”; os alunos irão pertencer à equipa de râguebi, ao Clube das Virgens, à equipa de ginástica ou serão geeks. Para além dos que não pertencem a nenhum daqueles meios, haverá ainda os professores, o staff e a Luz Eterna.

Esta história, um original português de Pedro Lopes (autor de “Liberdade 21” e “Perfeito Coração”), conta com uma equipa de técnicos da Roménia que tem a seu cargo os efeitos especiais (para que as cenas dos vampiros sejam credíveis). No elenco desta série destacam-se nomes como, para além dos protagonistas, Anabela Teixeira, Merche Romero, Liliana Santos, Diana Chaves, Dimitry Bogomolov, Ricardo Pereira, Virgílio Castelo, António Camelier, entre muitos outros.

Sinopse

Um colégio como tantos outros. Os problemas da juventude.

A paixão entre um rapaz e uma rapariga. Mas para além das aparências, um terrível segredo está prestes a ser revelado, pondo em causa este amor impossível. É que as diferenças que os separam podem vir a ser mais fortes do que tudo o que os une: ele é vampiro e está condenado a manter-se com a mesma idade para todo o sempre.

Uma história de humanos e vampiros adolescentes, cheia de humanidade e muitas emoções fortes.

Porquê “Lua Vermelha”?

Essa parece ser a grande questão… Porque é que a série tem aquele nome?

O título é justificado por falar em “[…] algo que não existe, uma Lua vermelha. É no limite entre o mundo conhecido e o desconhecido que entram os vampiros”, segundo as palavras do consultor de Ficção Nacional da SIC, Virgílio Castelo.

Festa de Apresentação

No início do mês de Novembro de 2009, depois de algumas notícias, no mês anterior, terem sido publicadas a divulgar a história e alguns actores, a série foi apresentada à imprensa. Os actores que integram o elenco deste projecto marcaram, então, presença no Estúdio 1 da SPTelevisão, produtora da série (foi dado a conhecer ao público a história, os actores, o logótipo, alguns décors e a época em que a série chegaria ao ecrã). A apresentação coincidiu com a época do começo das gravações.

A série foi apresentada fazendo-se acompanhar do slogan “Deixa-te morder…”, mas chegou à televisão, através da promoção, com o slogan “Os vampiros existem…”.

Entrada e Saída de Profissionais

Merche Romero aventurou-se na representação e foi apresentada como um rosto que teria destaque nesta nova produção. Mas, mesmo antes da série estrear, a apresentadora abandonou o elenco. A verdadeira razão não foi anunciada, mas diz-se que Merche pediu para sair, pois não lhe estava a ser dado o destaque que lhe foi prometido. Mas, segundo outros, a sua saída deveu-se ao percurso da personagem e, a sua morte, já estava prevista inicialmente para acontecer por volta do capítulo 50.

Quem parece ter ganho destaque com a saída da Merche Romero foi Diana Chaves que estava apenas para fazer uma participação especial.

A Ante-estreia

A SIC repetiu o que fez com outras produções, ou seja, lançou a ante-estreia no seu site. Produções como “Floribella”, “Chiquititas” ou “Rebelde Way” viram o seu 1º episódio passar pela internet antes de chegar à televisão. O mesmo aconteceu com “Lua Vermelha” que teve a sua ante-estreia, dividida em 3 partes, no site oficial. A primeira parte foi para o no dia 28 de Janeiro, a partir das 18:00, três dias antes da estreia televisiva, a segunda parte foi para o ar ontem e a terceira e última parte foi reservada para hoje, véspera da estreia oficial.

O Primeiro Episódio





Os episódios iniciais são vistos pela direcção das respectivas estações e, com “Lua Vermelha”, não foi diferente. Em relação ao 1º episódio, Nuno Santos, Director de Programas da SIC, disse que “Gostei bastante. Acho que temos ali um belíssimo trabalho. Temos algo muito diferente do que existe em Portugal neste momento e muito diferente da competição.”. E o dia 31 de Janeiro foi marcado para que os portugueses, a partir das 21:00, pudessem comprovar se o que o Director de Programas da SIC disse é verdade e se o produto faz jus ao que se escreve (e se diz) sobre ele.

{youtube}-Gj4TC7f1-o&feature=related{/youtube}

{youtube}bRg9yeFtyUg&feature=related{/youtube}

{youtube}i07hxbM1pmw&feature=related{/youtube}

{youtube}Y9pQpqumxCU{/youtube}

FONTE:
http://romanticboy69.blogs.sapo.pt
www.correiodamanha.pt
www.sic.sapo.pt/luavermelha
www.luavermelha.com

Se encontrou algum erro, selecione e pressione Shift + Enter ou clique aqui para nos informar.

  • Inês

    Adoro a LUA VERVMELHA. Adoro a Luisa (Inês) e os outros