A Entrevista

A Entrevista – João Ricardo

Depois do sucesso como Armando Coutinho em Laços de Sangue e Rosa Fogo, João Ricardo tem um novo projeto televisivo. Vai dar vida a Hernâni Peixoto no remake português de Dancin’Days. No dia em que as promos da nova telenovela da SIC arrancaram em força, A Televisão apresenta uma entrevista com o conhecido ator.

O que poderão os portugueses esperar desta nova personagem? E de Dancin’Days? As respostas às perguntas que se impunham, numa conversa exclusiva com o ator do canal de Carnaxide.

[quote] Dancin’Days é a saga a seguir aos Laços de Sangue. O resultado pode ser muito melhor . Tem tudo para isso. [/quote]

Quem é este Hernâni Peixoto?

O Hernâni é um bom vivant, sossegado, dono de um stand de automóveis, tem um empregado a quem ele promete constantemente à sociedade que é o Miguel (Pêpê Rapazote), está divorciado de uma mulher que ele ama (Nicole, Rita Lello), quer regressar para casa, pois foi posto fora de casa, e tem uma filha que adora e que ama. Esta coisa de ele constantemente querer viver em família, de querer que a mulher o perdoe e querer voltar para casa é o conteúdo desta personagem, pelos menos nestes primeiros episódios será assim.

Vai conseguir com esta personagem fazer esquecer um pouco o Armando Coutinho de Laços de Sangue?

Tenho medo, mas espero que sim, pelo menos estou a tentar fazer tudo para isso e vamos ver como corre.

[pullquote_right] gosto (de personagens cómicas), mas apetecia-me fazer, enquanto ator, outro registo.[/pullquote_right]

Recentemente escreveu-se que não estava muito feliz com este papel por ser um papel cómico. Queria outro registo?

Eu gostava de ter outro registo. As pessoas habituaram-se a este Armando Coutinho e o que têm perguntado é se na próxima novela será a mesma coisa. E em algumas coisas que faço, as pessoas revêem sempre ‘Olha o Armando Coutinho, olha o Armando Coutinho’. Se calhar, tornava mais fácil o trabalho para mim experimentar outro comportamento que é este Hernâni, para as pessoas não terem a sensação de que ‘Lá vem o Armando Coutinho.’ É outra personagem e é para isso que eu tenho trabalhado a todos os níveis. Agora vamos ver se funciona. E não é o não gostar. O gostar, gosto, mas apetecia-me fazer, enquanto ator, outro registo.

E o que é que pudemos esperar a nível de história deste Hernâni?

Eu acho que a comicidade vai entrar num registo que pode ser por aí. As pessoas acham graça pela naturalidade da vida que ele tem, ou seja, enquanto o Armando Coutinho é um bocadinho o avareco, era tudo em excesso, esta é uma personagem de um controlo mais subtil e por aí pode ser outra maneira de a aferir.

E, da novela em si, o que se pode esperar?

Não tenho dúvidas nenhumas de que vai ser uma grande, grande novela.

Vai ser uma novela para continuar o caminho de Laços de Sangue?

Eu acho que é a saga a seguir aos Laços de Sangue. O resultado pode ser muito melhor do que os Laços de Sangue. Tem tudo para isso. Laços de Sangue foi muito bem tratada, foi muito bem cuidada, e esta ainda está a ser mais bem cuidada, muito mais bem tratada. Eu acho que é uma aposta. As pessoas sentem, nós sentimos que é um produto para ganhar e para sair vencedor.

Quem sabe mais um Emmy Internacional?

Eu arriscaria a dizer quase que sim.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close