A Entrevista

A Entrevista – João Paulo Sousa

Tem 23 anos e é hoje um dos quatro apresentadores do magazine da SIC Radical. Ficou conhecido com a personagem Sandro da quinta série de Morangos com Açúcar, mas deixou a representação para segundo plano quando assumiu a condução de Disney Kids. Foram três os anos em que esteve dedicado ao público mais jovem, sempre ao lado da fiel companheira Catarina Mira.

Mas há muito mais na vida de João Paulo Sousa para lá da sua carreira como apresentador. Já frequentou imensos workshops de representação e fez um curso profissional de ator. Está também nas manhãs da Super FM, com o Super FM Kids e vai conhecendo o país com o projeto de teatro O Cão Comeu o Guião – Teatro de Improviso.

Acha que já sabe tudo sobre o apresentador do Curto Circuito? Então deixe-se levar pelas linhas seguintes e conheça melhor este jovem rapaz, que é feliz com aquilo que faz e que já ponderou apostar numa carreira internacional. Eis João Paulo Sousa, em exclusivo, para A Televisão.

[pullquote_left] Nunca foi um sonho meu representar nem apresentar. Imaginava que o mundo da televisão estava muito longe de mim. [/pullquote_left]

A Televisão – Quem é o João Paulo Sousa?
Quem eu sou? Nem eu sei…pergunta difícil! Sou o resultado do que vivi e aprendi até agora mais as minhas ambições futuras e sonhos.

Ponderaste muito antes de ingressar neste complexo mundo da televisão?
Ponderei quanto baste… O suficiente para ter tomado um excelente decisão.

Como nasceu o teu sonho pela representação?
Nunca foi um sonho meu representar nem apresentar. Imaginava que o mundo da televisão estava muito longe de mim. Tudo começou por uma brincadeira em que me inscreveram num casting. E assim, mudei-me para lisboa e já lá vão cinco anos sem parar de trabalhar!

Como surgiu a oportunidade de fazeres parte do elenco da quinta temporada de Morangos com Açúcar?
Fui enviado para o casting através da minha agência, a Elite Lisbon. Esse foi o primeiro casting para televisão da minha vida! E a quinta série de Morangos com Açúcar foi o meu primeiro trabalho em televisão e foi uma ótima experiência, aprendi muitíssimo naquele ano de gravações…

Quais as tuas principais referências nos ecrãs nacionais e internacionais?
A nível nacional, gosto de atores como Miguel Guilherme, Ivo Canelas ou Nuno Lopes e de apresentadores como João Manzarra ou Rui Unas. Já a nível internacional, tenho vários atores de que gosto, como Sean Penn ou Philip Seymour Hoffman e de apresentadores como Jon Stewart, Conan Obrien ou Jô Soares.

[pullquote_right]Depois dos Morangos com Açúcar, não tive oportunidade de voltar a ficção, mas é algo que não deixo de parte[/pullquote_right]

Desde o final da tua participação na série da TVI, recebeste algum convite para integrar novos projetos de ficção nacional?
Depois dos Morangos com Açúcar, não tive oportunidade de voltar a ficção, mas é algo que não deixo de parte. Durante os três anos em que estive no Disney Kids, aproveitei para fazer um curso profissional de três anos na escola de Atores!

Como é que dos Morangos com Açúcar chegaste ao Disney Kids?
Mais uma vez foi através de um casting… Concorri com as restantes centenas de participantes e fui escolhido!

O que achaste desta experiência?
Foram três anos maravilhosos! Cresci como pessoa e como profissional, diverti-me imenso, trabalhei muito e fui muito feliz! Vou recordar par o resto da minha vida com muita alegria!

É mais fácil comunicar para o público jovem?
Não! Não é nada mais fácil! É super difícil e exige muito trabalho e maturidade! Mas é muito gratificante…

A empatia entre ti e a Catarina Mira era notória. Sempre se deram bem? [pullquote_right]É super difícil (comunicar para os mais pequenos) e exige muito trabalho e maturidade! Mas é muito gratificante… [/pullquote_right]

Já nos conhecíamos antes do casting, fizemos o casting juntos, sempre houve empatia/ química …

Gostavas de voltar a trabalhar com ela?
Gostei muito de trabalhar com ela, voltaria a repetir sem duvida!


O que pensas sobre formatos como Ídolos ou A Voz de Portugal?
Acho que são programas a que ninguém fica indiferente! Têm um potencial enorme, são um sucesso em todo o mundo e Portugal tem muito talento em tantas áreas que seria uma pena não se realizarem esses programas aqui!

Gostarias de algum dia apresentar um programa deste género?

Se gostava de apresentá-los? Claro que sim! Mas até lá tenho muito trabalho pela frente!

[pullquote_left](Concorri ao CC Casting 2011) mas na altura ainda estava ligado ao Disney Kids e não foi possível.[/pullquote_left]

Depois do Disney Kids, estiveste parado pouco tempo e ingressaste no Curto-Circuito. O que significou para ti esta aposta da SIC?
Parado foi coisa que não estive. Acabei o curso profissional de atores, fiz mais algumas formações e workshops noutras áreas, estive em duas peças de teatro, apresentei vários eventos superimportantes… Mas foi realmente importante esta minha transição para o Curto-circuito. Surgiu a oportunidade e vou-me esforçar para dar o meu melhor todos os dias!

Como surgiu este convite?
Eu fui ao CC Casting 2011 por iniciativa própria. O CC sempre foi um programa pelo qual eu tive um carinho muito especial…mas na altura ainda estava ligado ao Disney Kids e não foi possível.

Trabalhas com outros três apresentadores. Se pudesses caraterizá-los numa palavra, quais escolherias?
Amigos, companheiros! Esta é facil! (risos)

Paralelamente, fazes ainda parte de um projeto chamado O Cão Comeu o Guião. Improvisar já faz parte da tua profissão?
O Cão Comeu o Guião – Teatro de Improviso é um projeto que me dá muito prazer. Improviso é a palavra de ordem no meu trabalho, quer em televisão, quer na rádio e portanto o teatro é uma ótima escola!

Onde te podemos ver a atuar com este espetáculo?
Nós andamos um pouco por todo o lado em lisboa, basta seguirem o Facebook : O Cão Comeu o Guião – Teatro de Improviso e lá podem saber as datas.

Dar a cara pela Super FM Kids orgulha-te?
Dar a cara pela Super Fm Kids está a ser um ótimo desafio. É a minha primeira experiência em radio e o já fiquei com o “bicinho”.

Como defines este projeto?
Pioneiro é a palavra que define este projeto. SupeFm Kids é o nome das manhãs da Super Fm, manhãs essas que começam as 7h00 e vão até as 9h30 e contam comigo para as animar. SuperFM Kids é uma radio para toda a família, com um carinho especial pelos mais novos, com rubricas didáticas e novidades interessantes, mas que não esquecem os pais… ensina inglês, fala de futebol, temos uma agenda kids, damos dicas sobre futuras profissões, saúde, falamos do mundo da musica, de futebol, dos famosos, etc… quanto à musica temos desde os maiores sucessos aos maiores clássicos! É uma boa maneira de animar as manhãs de toda a família.

[pullquote_right]Sempre que posso vejo um bocadinho de tudo o que esta no ar, para estar atualizado e às vezes para ver como vai o trabalho de alguns amigos…[/pullquote_right]

Ator, radialista, apresentador. Qual é, afinal, a verdadeira paixão do João Paulo Sousa?
Ator, apresentador, radialista… o ideal é não ter de escolher e poder conciliar todas! É o que tenho feito e sou muito feliz com isso!

O que costumas ver na televisão portuguesa?
O que vejo mais é a SIC Radical…principalmente o Daily Show e o Conan… Com o número de horas de trabalho diário que tenho, não consigo ver muita televisão. Mas sempre que posso vejo um bocadinho de tudo o que esta no ar, para estar atualizado e às vezes para ver como vai o trabalho de alguns amigos…

Preferes a oferta televisiva dos canais generalistas ou dos temáticos?
Os generalistas são para toda a gente, portanto é normal que uns gostem mais de um programa e outros nem tanto, já os temáticos agradam a um determinado público mas por sua vez podem não ser vistos por tantas pessoas… Não me cabe a mim decidir qual o melhor e são ambos válidos!

[pullquote_left]“Neste momento (uma carreira internacional) não é o que mais ambiciono, porque estou feliz a fazer o que faço, mas é uma hipótese que não ponho de parte, nunca!
[/pullquote_left]

Já alguma vez pensaste seguir uma carreira no estrangeiro, tal como Daniela Ruah?
Já! Já estive bem próximo de ir estudar para Paris e para os Estados Unidos, mas por motivos profissionais não se proporcionou. Neste momento não é o que mais ambiciono, porque estou feliz a fazer o que faço, mas é uma hipótese que não ponho de parte, nunca!

Qual o teu maior sonho em termos televisivos?
Continuar a ser Feliz a fazer o que faço, ou o que quer que venha a fazer e manter esta vontade de “fazer” que tenho em mim, isso é o mais importante. O que faço é tão melhor quanto mais dedicado a isso eu estiver e a recompensa é felicidade de crescer e de criar!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close