RTP

“Trabalhos especializados” custam à RTP 4,2 milhões

De acordo com o relatório e contas, o grupo RTP gastou, em 2011, 4,2 milhões de euros em “trabalhos especializados” (estudos). Deste, 930 mil euros destinaram-se a trabalhos na área de informática, 753 mil euros a trabalhos de apoio às áreas de produção, 742 mil euros a estudos de audiências, 582 mil em outsourcing e 470 mil em estudos e pareceres não-fiscais.

Face a 2010, os custos em “trabalhos especializados” tiveram uma quebra de 1,5 milhões de euros.

No ano passado, o grupo RTP apresentou custos de 108 milhões com gastos de pessoal – inclui-se 11,7 milhões gastos com rescisões de contratos com 180 colaboradores, 105,4 milhões dedicados a grelhas de programas. Destaque também para os custos financeiros de 34,6 milhões, sendo que 28,4 milhões foram utilizados para pagar juros da banca.

De referir ainda que foram gastos 2,8 milhões em eletricidade, 930 mil euros em gasolina, 841 mil em deslocações e cerca de 1,2 milhões em comunicações.

O relatório e contas de 2011 do grupo RTP pode ser lido integralmente aqui.

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close