RTP

Tânia Ribas de Oliveira sente que a RTP é um «alvo fácil de crítica»

A apresentadora do primeiro canal pronunciou-se sobre a privatização da estação pública à Notícias TV desta semana. Sem ter uma opinião muito formada sobre um tema controverso, Tânia Ribas de Oliveira preferiu salientar que, em tempos de crise, o primeiro canal é sempre um alvo de crítica por parte dos portugueses. «Quando está tudo mal, ataca-se a RTP. Quando tudo está bem, ninguém liga à RTP. É um bocadinho o novo saco de boxe. Nunca trabalhei noutro sítio senão nesta estação. Nós estamos muito habituados a ver a RTP como um alvo fácil de crítica. Em alguns pontos, obviamente, há críticas construtivas. Há outras que não têm cabimento».

Por essa razão, a profissional da estação pública confessa que não sabe o que pensar sobre a privatização da mesma. «Cheguei a um ponto em que já não sei o que pensar sobre a privatização. Há tantas ideias formadas, tantas possibilidades do que será. Milhares de pessoas têm opiniões muito diferentes».

Por fim, e confrontada com a pergunta «Portugal no Coração teria lugar num único canal público de TV?», a apresentadora não tem dúvidas. «Naturalmente, claro. O nosso programa é completo. E não tem desgraças, o que é uma coisa que me deixa muito feliz!».

  • Maria Ramalho

    sinceramente, esta criatura em que planeta vive???
    ela bem como outros tantos assim como os programas em que trabalham, deveriam ser banidos de antenas a noite mas mesmo muito tempo, afinal ela está a brincar com a cara dos portugueses
    finto-me ofendida com a conversa desta pessoa
    ela é sociologa e por tanto que deixe de se armar em apresentadora, de meia tigela
    ainda vem com esta conversa da treta
    rua com ela e todas (os) os convencidos dessa estação
    esta tem que ter uma grande cunha
    sinceramente, é mesmo ter muita lata
    rua com esta cambada de oportunistas

  • Biller

    As TVS por norma são alvos fáceis de crítica, pois todos vêem um ou outro programa e vivemos num país de “opinadores”. Já a RTP merece mais críticas por ser paga pela contribuintes.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close