RTP

Sandra Felgueiras: “O meu apelido nunca me prejudicou”

Estreou na última sexta-feira o novo programa do primeiro canal, Sexta às 9. Satisfeita com a aposta da RTP1 na informação e no seu trabalho, Sandra Felgueiras adianta que é perfecionista. «[A] persistência e a tenacidade são coisas que acabam por ter o seu retorno. Parto para qualquer trabalho com o meu nível de exigência e perfecionismo. Não há ninguém mais crítica do meu trabalho do que eu própria. O meu pai dizia que me automutilava, mas isso trouxe-me mais vantagens (e louros!) do que lárgimas».

No que toca ao facto de ser filha de Fátima Felgueiras, a jornalista confessa que nunca se sentiu prejudicado por isso: «O meu apelido nunca me prejudicou. Vivi as adversidades naturais do processo, mas nunca fui prejudicada por isso».

Por fim, e em relação a Sexta às 9, a profissional da RTP1 afirma que só aceitou o projeto se pudesse continuar a fazer reportagem, a sua paixão. «Sou uma repórter de corpo e alma e é no terreno que me sinto bem. Por isso, fazer Sexta às 9 só se pudesse continuar na reportagem».

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close