RTP

RTP tira cenas ousadas a “Paixões Proibidas”

A RTP1 está a repor no horário da tarde a novela “Paixões Proibidas”, sem algumas das cenas mais ousadas que marcaram em 2007 a estreia da co-produção com a brasileira Bandeirantes (Band). Mas a nova edição ainda não cativou o público.

Quando se tornou público que o canal ia repetir a novela de época pouco depois da hora do almoço uma das questões que surgiu foi a da emissão dos conteúdos, que poderiam afectar públicos mais sensíveis, e que tinham levado a que a primeira emissão tivesse ocorrido pelas 23 horas. Mas a estação pública garantiu, em declarações ao JN, que devido ao novo horário “teve o cuidado de retirar pontualmente algumas cenas que pudessem causar constrangimento”.

Durante a apresentação de “Paixões Proibidas”, o então director de Programas, Nuno Santos, anunciou que a ficção misturava “paixão ardente” com uma “componente sexual mais forte”. Concretizada nas interpretações mais eróticas entre as actrizes portuguesas São José Correia e Leonor Seixas e os colegas brasileiros Felipe Camargo e Leonardo Carvalho, respectivamente.

Agora, a estação sublinha que as cenas retiradas sem aviso prévio foram “poucas”, tendo-se criado um mito muito grande sobre estas imagens. Mesmo assim, ainda há quem fique impressionado com as cenas fogosas que continuam a ser emitidas pela novela, apesar de não ter dado ainda entrada nenhuma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) sobre o assunto.

A decisão da RTP1 de omitir imagens capazes de impressionar os espectadores mais sensíveis não é inédita. Quando transmitiu a produção, a Band começou por a emitir depois das 22 horas e identificada para público maior de 14 anos. Mas devido às fracas audiências a estação optou por mudar a novela para a tarde e reformar os episódios. As alterações da RTP não tiveram, porém, nada a ver com as feitas no Brasil.

Também em Portugal a novela não alcançou resultados satisfatórios. A emissão nocturna acabou por ter um “share” (calculado entre o número de pessoas que àquela hora viam televisão) inferior a 10%. A média das duas primeiras semanas de emissões durante a tarde é de 20,5%. Menos 15% do que o registado por “Amor e Intrigas” que vai para o ar antes de “Paixões Proibidas”. Na semana antes desta re-estreia, a novela “Amor e intrigas” tinha uma quota de espectadores de 35%.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close