RTP

RTP sem publicidade

RTP1 exterior

O ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, definiu que após a privatização de um dos canais RTP, o canal público que persistir não terá publicidade. Essa é encarada pelo ministro como uma das condições essenciais para manter um serviço público de qualidade, pelo que se assim não fosse “teriam razão aqueles que continuam a desvalorizar a ideia de um serviço público de televisão”.

O plano de reestruturação da RTP apresentado e aprovado em outubro passado terá, assim, de sofrer alterações no sentido de definir novas formas de cortar custos e aumentar as receitas, tendo agora como restrição a ausência de publicidade.

Francisco Pinto Balsemão saudou esta decisão, mas alertou que “nas actuais condições do mercado publicitário, se aparecer mais um canal privado, as empresas privadas já existentes não aguentarão”. Resta aguardar para perceber como irá decorrer a privatização de um dos canais da RTP e quais serão as implicações para a sustentabilidade dos quatro canais de sinal aberto. Recorde-se que é já em 2012 que está prevista a entrada de mais um player privado no mercado televisivo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close