RTP

RTP não sai do fundo da tabela das audiências

RTP_3D

RTP_3DEntre um processo de reestruturação e os cortes da estação pública, a RTP ainda tem outro problema a pairar sobre si: as audiências. A nova grelha, em marcha desde o início do ano na RTP1, não tem surtido os seus efeitos e a estação caiu em média 3% desde o seu lançamento.

Os números da RTP são os mais baixos de sempre. Se na RTP1 as audiências caíram mesmo depois de todas as mudanças e estreias de novos formatos, no segundo canal as coisas também não são melhores. Já houve dias, inclusive, que as duas estações juntas não chegaram aos 10% de share no total diário. Segundo avança a TV 7 Dias, Alberto da Ponte quer respostas de Luís Marinho e de Hugo Andrade para os atuais resultados. O diretor-geral de Conteúdos acompanhou todos os programas e tomou as decisões mais importantes, enquanto o diretor de Programas tem dado a cara pelas escolhas, reforçando que é preciso tempo e que os cortes não ajudam o seu trabalho.

A RTP1 manteve, com a nova grelha, programas como o Praça da Alegria, o Portugal no Coração ou O Preço Certo, mas todos eles viram descer os seus resultados. Depois do Telejornal, em pleno horário nobre, a estação pública não chega aos 10% e as receitas publicitárias estão a cair a pique. Por exemplo, o programa de Catarina Furtado, Feitos ao Bife, atingiu no sábado passado o resultado mais baixo desde a estreia: pouco mais de 200 mil telespectadores. Até mesmo a Informação, onde a RTP tem «força», os números também não são elevados e a RTP Informação acabou por ser ultrapassada pela TVI24. Valores que não ajudam a concretizar o desejo de Alberto da Ponte que quer, em 2014, um total de 22% de share para a estação pública.

  • Eoburrosueu

    O Hugo Andrade e o Luís Marinho estão feitos ao bife! 😀

  • Thousand

    Meus amigos, não há espaço para ingenuidades… A RTP não luta pelas audiências desde a saída do Emidio Rangel, na década passada. E não luta deliberadamente. Em Portugal a estação pública fica encostada a um canto.

    • Eoburrosoueu

      E não luta porquê?

    • Pedro R.

      Espero que o comentário não seja um louvor ao trabalho de Emídio Rangel na RTP porque o que ele fez foi uma vergonha autêntica. Luis Andrade, que lhe sucedeu, conseguiu mais audiência que o próprio Emídio.

  • opagagnamstyle

    Que se lixem as audiencias.o que interessa é a qualidade e a rtp tem muito mais qualidade que a sic e tvi juntas, o povinho é que não vê isso, para o nosso povo, televisão resume-se a novelas, novelas, novelas e pimbalhada.

    • John Roft

      Desde quando é que a RTP (1 e 2) têm qualidade? Não é por transmitirem programas como ‘Portugal De…’ ou ‘Não me saí da cabeça’ que tem mais qualidade que os outros canais portugueses… Vejamos o grafismo dos noticiários e os (deprimentes) talk-shows da estação pública… Não esquecendo também o Aqui Portugal, que de qualidade, tem muito pouco.

      • opagagnamstyle

        Se mais de 5 novelas por dia para si são qualidade é lá consigo.
        Ou então os domingos da tvi com aquela pimbalhada das 14 as 20 e a casa das p… as 21.

        • Trademark

          Essa história da qualidade não pega quando não existe mérito a nível de entretenimento. Os programas da TVI podem não ter grande mérito cultural, é certo, mas apostam forte na componente do entretenimento e têm níveis de produção bastante interessantes. Associar SIC e TVI a pimbalhada é coisa de pseudo-intelectual com ênfase no pseudo.

          Agora… eu, pelo menos, gosto da RTP2, especialmente das suas noites, com o “Cinco Noites, Cinco Filmes” e antes com o “Estranha Forma de Vida”. Na minha opinião, são dois bons exemplos de qualidade com entretenimento nos canais públicos, e só é pena que não haja mais.

          Porque não lançar uma iniciativa de telefilmes nacionais, como a que a SIC teve há uns tempos? Porque não adaptar obras literárias nacionais a mini-séries como a TVI fez com o “Equador”? Porque não criar novos programas de humor ao nível de “Os Contemporâneos” ou “Último a Sair”? É urgente uma nova estratégia na televisão pública e não me parece que passe por José Sócrates…

          • lorZZ

            Perdidamente Florbela, Sangue do meu sangue, Odisseia, Depois do Adeus, Conta-me História… Tudo com mais qualidade do que qualquer produção SIC/TVI.

          • opagagnamstyle

            Este povo não percebe isso.
            Para eles é mais destinos trocados, dias de dança, brasileirices, somos pimbalhada, não há joão sem bela e coisas que tais

  • ana

    A contratação de Sócrates é para ganhar audiências quem o convidou deveria ter vergonha na cara e demitir-se.São todos uma cambada de gatunos.

  • lorZZ

    É de lamentar que os telespectadores IGNOREM o que a RTP transmite em detrimento de telenovelas, reality-shows e talk-shows ociosos das estações privadas.

    Só espero que, por causa de uns, não paguem outros, pois eu gosto deste diretor de programas e das suas apostas e quero que ele continue na RTP por muitos e bons anos.

    • John Roft

      A culpa não é só dos telespectadores, em parte é do próprio canal… À partida, a RTP não promove os programas como deve ser, logo podemos culpar APENAS o telespectador? Penso que não… A TVI promove os seus produtos, até na rádio!

      • opagagnamstyle

        Pois, rádio comercial que faz parte do mesmo grupo da tvi…se não promovesse é que me admirava -.-

        • TPM

          que eu saiba a RFM (pertencente ao grupo Impresa) também promove Dancin’ Days. Qual é o mal? Tu és meio fanático, não? Pelos teus comentários que vejo por aqui…

      • lorZZ

        Não promove? Promove o suficiente para que eu saiba que produtos transmitem e do que se tratam. Culpo os telespectadores sim, pois não andam informados!

  • Não sei porque criticam os formatos talent e reality show’s da SIC e TVI ambas as estações tem audiências bastante superiores às da RTP1 devido ao seu mérito, e gostos não se discutem eu gosto de ver formatos como a QUINTA DAS CELEBRIDADES, PRIMEIRA COMPANHIA, CIRCO DAS CELEBRIDADES, SECRET STORY, UMA CANÇÃO PARA TI, VALE TUDO, A TUA CARA NÃO ME É ESTRANHA … Isolando a minha opinião aos reality show’s eu gosto de ver e o que critico apenas é a polémica que anda sempre em torno do programa e sinceramente quando a apresentadora é a Teresa Guilherme os programas parece que ficam piores surgem logo desconfianças nos resultados e de imagens que não passaram e etc… Nos formatos que vi a Júlia Pinheiro a apresentar nunca dei conta que houvesse tanta POLÉMICA e ela tinha boas audiências sem necessitar de “escandaleira”. E retomando o assunto RTP1 eu já vi alguns programas como o DANÇA COMIGO e a minha mãe adorava ver o PORTUGAL NO CORAÇÃO na altura em que era a Merche e o Malato a apresentarem… portanto RTP tem que se esforçar mais … pk eu e a minha mãe já nem mudamos para a RTP sequer e portanto nem sequer temos conhecimentos os programas que agora estão em exibição, se a estação pública quer melhorar resultados têm de por formatos que agradem a um grande público-alvo e tem de fazer publicidade à sua programação não só na sua antena mas também nas ruas, pk tal como eu e a minha mãe pode existir muita gente que já nem sequer muda para o primeiro canal. Dando um exemplo eu no natal mudei para a RTP1 para ver o filme HARRY POTTER E OS TALISMÃS DA MORTE – PARTE 1 e só mudei porque vi na internet, não sei se foi neste site, a programação de natal nas 3 estações… se não tivesse visto num destes sites de televisão eu não sabia que ia ser exibido o filme e conclusão não mudava.

  • Lourenço

    A RTP tem melhorado ligeiramente os seus conteúdos. Pena é que o “pisca,pisca” José Rodrigues dos Santos não deixe de vez a RTP e se dedique a escrever, pois aí pode inventar o que bem entender e mentir à vontade. Não tem carisma para transmitir notícias.
    Nunca entendi como lhe deram tanta importância na transmissão da guerra do Golfo, pois só contou mentiras.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close