RTP

RTP e Euronews podem vir a partilhar sinergias

As negociações entre a estação pública, o canal Euronews e a Comissão Europeia para que esta financie o canal Euronews em língua portuguesa estão “no bom caminho” de acordo com o presidente da RTP.

Segundo noticia o Público, os presidentes da RTP e Euronews estão em negociações com a Comissão Europeia os termos em que esta ajuda se poderá vir a concretizar.

A Comissão Europeia quer que a RTP pague durante dois anos uma quotização de 360 mil euros para a Euronews, e que após este período a estação pública se comprometa a assegurar a manutenção do Euronews na língua de Camões. De acordo com o mesmo jornal para a  segunda condição imposta não se sabe se irá concretizar, pois não se sabe quais as condições financeiras da RTP.

Numa carta conjunta dos presidentes dos dois canais foi estabelecido que”durante o período de assistência da troika a Portugal o financiamento do serviço português seria assegurado pela Comissão Europeia, e paralelamente a RTP responsabiliza-se por manter a quotização anual”, informa Guilherme Costa. Quanto ao futuro há mais reticência visto que: “a RTP compromete-se a fazer os seus melhores esforços para assegurar a continuidade do serviço da Euronews em língua portuguesa se ao fim de dois anos as dificuldades financeiras da RTP persistiram e a Comissão Europeia não puder manter o seu apoio”.

“No passado esta parceria não era, afinal uma verdadeira parceria: não tínhamos intervenção na área editorial – como não deveríamos ter – mas também não tínhamos uma relação estreita em mais nenhuma matéria”, queixou-se Guilherme Costa. Os dois canais em conjunto “devem identificar pontos precisos de colaboração que possam justificar o regresso” do financiamento da TV pública portuguesa ao canal europeu. Qual o tipo de colaboração que poderá vir a ser feita? Partilha de “escritórios, equipamento técnico, jornalistas correspondentes, troca e utilização de conteúdos especificamente realizados para o efeito”, referiu o presidente da RTP.

A relação entre os dois canais não esteve fácil conforme reconheceu Guilherme Costa: ontem na comissão parlamentar de ética: “Durante três anos tivemos dificuldade em encontrar espaços de entendimento com a Euronews” . Para isso as trocas de correspondência entre os deputados e a Comissão Europeia têm ajudado nesta situação, pois o presidente da RTP referiu que “era precisa intervenção externa para ajudar a desbloquear a situação”.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close