RTP

RTP ameça rescindir com GfK e exige a correção de audiências

A administração da RTP prepara-se para terminar o contrato que liga a RTP à GfK.

Segundo notícia do Económico, a administração lançou um ultimato à Comissão de Análise e Estudos do Meio (CAEM). O canal público prepara-se para romper o contrato, deixando de pagar à nova empresa de medição de audiências por verificar “um conjunto grave de deficiências no novo sistema”.

O Económico teve acesso à carta assinada por todos os membros do conseleho de administração segundo a qual na mesma é dito que: “a RTP assinalou um conjunto grave de deficiências do novo sistema.” Como por exemplo “[…] o número de lares que está auditado face ao requisito contratual, a incoerência entre os dados disponibilizados e o Relatório de Controlo de Qualidade, a falta de representatividade da amostra, a inexistência de proporção coerente nas categorias dos escalões etários ou as situações anómalas

Ainda na mesma carta, a RTP “transmitiu à CAEM, durante um largo período de tempo, informação objectiva e clara quanto aos erros grosseiros de que padeciam os resultados deste estudo de audiometria” e por isso quer uma resposta “clara e inequívoca”  sobre esta situação.

A administração da RTP liderada por Guilherme Costa exigiu uma resposta em 48 horas.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close