RTP

RTP 1 privatizada já em 2012 e RTP 2 sem publicidade

Anunciado o plano de sustentabilidade económica e financeira da televisão do estado esta semana, parece que, nesta altura, já há mais definições, embora ainda não sejam oficiais.

Segundo a edição deste sábado do jornal I, a RTP 1 é o canal escolhido pelo governo para ser privatizado, sendo alienado precisamente a estação que mais receitas gerava dentro do universo de canais públicos e que ocupa, em termos de frequência, o topo da lista de canais dos principais distribuidores de televisão por cabo.

Ainda de acordo com o mesmo diário, e para deixar menos preocupados os críticos que deram do que falar esta semana, o governo liderado por Pedro Passos Coelho vai manter a RTP 2 sem publicidade, tal como já acontecia por lei. Contudo, o previsto era que tivesse seis minutos de publicidade por hora, como acontece atualmente com a RTP 1. Com este volte-face, o governo pretende, precisamente, silenciar a chuva de críticas que recebeu por parte dos administradores da SIC e RTP.

Por outro lado, a administração da televisão pública terá agora mais dificuldades em programar, uma vez que, sem publicidade, a principal fonte de rendimento ao longo dos últimos anos, haverá menos dinheiro para investimento. Outra questão, é ainda a promessa feita por Miguel Relvas, de que “o canal subsistente da responsabilidade da empresa (RTP) não será um canal meramente residual”. O ministro defendeu que o canal RTP iria à luta e que “o plano agora aprovado calibra adequadamente as expectativas dos portugueses quanto à garantia de qualidade de conteúdos da RTP – sejam de informação ou de entretenimento –, e à contenção financeira exigida a todos”.

Resta saber como será o futuro para a televisão pública em Portugal.

  • Anónimo

    Qual luta, vai mas é morrer e o cabo a dominar cada vez mais.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close