RTP

“Portugueses pelo Mundo” em Casablanca, amanhã, na RTP1

Portugueses pelo Mundo

“Portugueses pelo Mundo” viajaram até Casablanca, a maior cidade de Marrocos. É claramente uma cidade de contrastes, onde o nível de vida para a maioria ainda é baixo mas onde também há grandes sinais exteriores de riqueza. Um local onde a tradição convive e muitas vezes contrasta com a modernidade.

Amílcar Faustino, 62 anos, Diretor de Empresa de Telecomunicações, natural de Lisboa. 
É junto à Mesquita Hassan II que Amílcar se apresenta. A grandiosidade da Mesquita é impressionante e o nosso convidado fala-nos um pouco da história associada à sua construção. Num passeio pelo mercado e pela medina, assistimos à animação típica dos vendedores, num local onde é possível comprar desde azeitonas a tapetes ou peles. E é numa destas lojas que encontramos um colega marroquino de Amílcar que nos leva a conhecer um dos riades. A tarde termina com um corte de cabelo num barbeiro tradicional. Despedimo-nos de Amílcar à beira-mar.

Jorge Ramos, 39 anos, Engenheiro Mecânico, natural de Sintra. 
Jorge apresenta-se durante uma partida de golfe, num campo localizado no centro da cidade. Outro desporto importante em Marrocos são as corridas de cavalos, embora sejam aparentemente contra as regras da religião. Apesar da pouca experiência de Jorge nestas apostas, o nosso convidado ainda ganha uma pequena (muito pequena) fortuna. Em Derb Ghellef, vemos um mercado diferente e informal, onde provamos um petisco de rua antes de seguir para o Morocco Mall, o maior centro comercial de África.

Regina Soares da Silva, 55 anos, Professora, natural de Lisboa. 
A Regina recebe-nos no Churchill Club, onde ficamos a conhecer uma associação direcionada para mulheres estrangeiras que comunicam em inglês – o American Women Club. Num passeio pelas ruas da cidade, Regina conta-nos porque chegou a Casablanca antes de ir tomar um café num dos locais mais “in”. A nossa convidada leva-nos às compras e ficamos a saber um pouco mais sobre os tecidos e acessórios dos casamentos marroquinos. No condomínio privado onde vive, podemos ver alguns pormenores da cultura portuguesa e somos convidados para uma refeição típica.

Maria Teles da Silva, 37 anos, Empresária, natural de Lisboa. 
Em Taghazout, uma localidade fora de Casablanca, conhecemos a Maria acabada de sair de mais uma “surfada”. O surf é uma parte essencial da sua vida, não só porque foi através deste desporto que conheceu o marido, mas também porque é o foco da sua atividade profissional. A Maria e o marido estão a construir um “surf camp” anexo à casa e aproveita para nos falar sobre as regras de construção do país. Em Vale Paraíso, Maria leva-nos até uma loja que produz óleo de argan, um dos produtos típicos de Marrocos. Seguimos para uma caminhada que termina num refrescante mergulho. Chegados à hora de almoço, provamos um prato típico marroquino rodeados pela natureza. Depois de ir buscar as filhas à escola, vamos com a Maria até à praia onde nos despedimos ao pôr-do-sol.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close