RTP

“Portugueses pelo Mundo” em Budapeste, amanhã, na RTP1

Portugueses pelo Mundo

“Portugueses pelo Mundo” viajaram até Budapeste, a maior cidade e capital da Hungria. Localizada nas margens do Danúbio, Budapeste é uma cidade que vive a duas velocidades: uma mais lenta do lado bucólico de Buda e outra mais rápida, ao ritmo mais urbano e cosmopolita de Peste, mas ambas cheias de encantos e atividades a descobrir a cada esquina.

José Santos, 37 anos, Investigador Universitário, natural de Lisboa. 
Em passeio por um miradouro com a cidade aos pés, José partilha as suas impressões sobre Budapeste. Daqui é possível ver os dois lados da cidade e é o local ideal para ficarmos a saber o que trouxe o nosso convidado até este país. De bicicleta junto ao rio, no bairro onde mora, visitamos um pequeno, mas comovente, memorial do assassinato dos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Vamos até ao apartamento do José, situado num local privilegiado. A casa é um bom exemplo da fusão entre as características portuguesas e húngaras. Novamente de bicicleta, vamos até à Praça da Liberdade, onde José aproveita para falar um pouco sobre a situação política atual no país. Num bar de vinhos, encontramos um amigo de José que está de visita e seguimos para um “Ruin Pub”, um bar construído num edifício abandonado, onde, no meio da animação, nos despedimos do José.

Lina Chilra, 34 anos, Comissária da ONU, natural de Vila Viçosa. 
Conhecemos a Lina num barco ancorado no Danúbio e ao longo do passeio no rio, ficamos a conhecer a sua história. Numa das maiores praças da cidade, observamos os contrastes arquitetónicos que caracterizam Budapeste e encontramo-nos com o marido de Lina que nos acompanha num passeio numa das ruas de comércio. Num país muito associado aos banhos públicos, não podia faltar uma visita a um dos mais famosos. Após os momentos relaxantes na piscina, vamos com Lina até um Campo de Refugiados, onde ficamos a saber um pouco mais sobre o seu trabalho e algumas histórias. A noite em Budapeste é uma das alturas favoritas da Lina e é num pitoresco bar que nos mostra uma das suas atividades favoritas, o canto, antes de nos dizer adeus.

João Juma, 23 anos, Administrador Financeiro, natural de Lisboa. 
É na principal estação de comboios da Hungria que cumprimentamos o João e ficamos a saber o que o trouxe a Budapeste. Seguimos depois para um passeio por uma das principais avenidas da cidade, onde está localizada a famosa Ópera. Seguimos o João até ao edifício da empresa onde trabalha e que se caracteriza pelo ambiente descontraído e pela multiculturalidade dos trabalhadores. Após o trabalho, nada como um passeio até à Ilha Margarida, para um jogging ao fim da tarde. Numa antiga escola, que é atualmente uma associação cultural e musical, assistimos a um ensaio de uma banda, na qual o João por vezes toca por diversão.

Isabel Pereira, 28 anos, Gestora de contas, natural de Lisboa. 
Junto ao Parlamento, conhecemos a Isabel que nos leva num passeio de elétrico, onde aproveita para falar sobre a rede de transportes públicos da cidade. No Mercado Central, Isabel conta-nos os truques que aprendeu para fazer as compras ao preço a que compram os locais e, após algumas compras, aproveita para almoçar. Despedimo-nos da Isabel no Festival Fringe, um evento onde é possível assistir a concertos, ver demonstrações de snow boarders e ainda andar de patins no gelo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close