RTP

Pedro Granger contratado pela Fremantle e não pela RTP1

Pedro Granger O Elo Mais fRaco 2

Apesar de muitos se terem questionado sobre o facto de Pedro Granger se ter juntado à equipa de profissionais da estação pública, a TV Guia desta semana explica que o também ator foi contratado pela produtora de O Elo Mais Fraco. “Quem me vai pagar não é a RTP, é a Fremantle. Portanto, quanto muito, é a produtora que vai ganhar menos dinheiro”, são estas algumas das palavras do antigo exclusivo de Queluz de Baixo a propósito de uma questão relacionada com o seu contrato.

Aliás, esta não é uma situação única em Portugal. Também Diogo Infante, quando conduziu Quem Quer Ser Milionário?, não pertencia aos quadros do primeiro canal: “O Diogo Infante já foi contratado para fazer Quem Quer Ser Milionário? e não era da RTP”.

É desta forma que Pedro Granger se defende de duras críticas que recebeu quando foi o escolhido para apresentar o novo concurso da estação do Estado. “Há brilhantes profissionais na RTP, agora eles não podem fazer tudo. Como era possível alguém gravar O Elo Mais Fraco? Começámos cinco dias antes. Já viu o ritmo que é? Gravar desde as 10 da manhã até às tantas da noite! É uma maldade estarem-me a fazer isto. Já alguém disse alguma coisa sobre o Carlos Alberto Moniz, o Herman, o Bruno Nogueira, o Nicolau Breyner e o Nilton? Já ouviu? Eles também não são exclusivos da RTP!”, confessou.

Assim, e tendo sido Pedro Granger contratado por uma produtora, curiosamente a que produziu o talent-show Ídolos, não estará já o apresentador com uma perna em Factor X? “Gosto do formato, não o escondo”, terminou.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close