RTP

Os vencedores dos «Prémios Autores 2012»

Acabou há minutos a gala da III edição dos «Prémios Autores», no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Os galardões atribuídos pela Sociedade Portuguesa de Autores(SPA) premiaram em 8 áreas da cultural portuguesa. Rádio, televisão, cinema, teatro, literatura, música, artes visuais e dança. Fique a conhecer os vencedores da noite:

Televisão

Melhor Programa de Informação

Linha da Frente (Mafalda Gameiro/RTP1)

Melhor Programa de Ficção

Último a Sair ( Bruno Nogueira/Frederico Pombares/João Quadros/Sérgio Graciano/André Banza/Ricardo Freitas/RTP1)

Melhor Programa de Entretenimento

Cuidado com a Língua (José Mário Costa/Ricardo FreitasRTP1)

[divider]

Rádio

Melhor Programa ou de Rádio

Caderneta de Cromos (autoria de Nuno Markl, emitido na Rádio Comercial)

[divider]

Artes Plásticas

Melhor Exposição de Artes Plásticas

Fora de Escala (autoria de Manuel Baptista)

Melhor Trabalho de Fotografia

O PREC já não Mora Aqui (autoria de João Pina)

Melhor Trabalho Cenográfico

A Varanda (autoria de Cristina Reis)

[divider]

Cinema

Melhor Argumento

Sangue do Meu Sangue (João Canijo)

Melhor Atriz

Rita Blanco (Sangue do Meu Sangue)

Melhor Ator

Nuno Melo (O Barão)

Melhor Filme

Sangue do Meu Sangue (João Canijo)

[divider]

Dança

Melhor Coreografia

Icosahedron (Tânia de Carvalho)

[divider]

Música

Melhor Canção

Fausto Bordalo Dias – “E fomos pela água do rio”

Melhor Álbum

‘Em Busca das Montanhas Azuis’ (Fausto Bordalo Dias)

Melhor Música Erudita

Interpretação Integral de Chopin (Artur Pizarro)

[divider]

Teatro

Melhor texto português representado

“Israel” (Pedro Penim)

Melhor espectáculo

“A Varanda” (Luís Miguel Cintra)

Melhor Atriz

Luísa Cruz em “A Varanda”

Melhor Ator

Luís Miguel Cintra em “Ela”

[divider]

Literatura

Melhor livro de ficção narratia

“Tiago Veiga. Uma Biografia” (Mário Cláudio)

Melhor livro de poesia

“A mão na água que corre” (José Manuel de Vasconcelos)

Melhor livro infanto-juvenil

“A casa sincronizada”  (Inês Pupo e Gonçalo Pratas; Ilustração de Pedro Brito)

[divider]

Mário Soares, figura mítica da história e da política de Portugal e ex-presidente da República entre 1986 e 1996 foi galardoado com o Prémio Vida e Obra.

Durante a gala, o maestro Pedro Osório foi homenageado por João Reis e Lúcia Moniz – falecido no início deste ano – que interpretaram uma composição do próprio, dirigida pelo maestro Jorge Costa Pinto. Além deste momento, cantaram Amor Electro, Sérgio Godinho, Carlos do Carmo e Adriana.

  • Joao mendes

    Falta aqui o prémio de melhor programação cultural Autarquia( Vencedores: Évora e Coimbra)

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close