RTP

O que pode ver no último «Príncipes do Nada»

A 3ª temporada do programa-documentário de Catarina Furtado chega ao fim na próxima segunda-feira, com o 13º episódio.  No último programa de “Príncipes do Nada”, a viagem começa na Índia e termina em Portugal com o tema da gravidez na adolescência.

Em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a População, a União Europeia tem dado especial atenção à área da saúde neste país asiático. As medidas implementadas e os projetos futuros são nos explicados pelo Embaixador da União Europeia, o português João Gomes Cravinho, que está em Nova Deli desde o início do ano. A conversa decorre no sub-centro de saúde de Jharsa, uma unidade institucional mais periférica que presta cuidados primários a cerca de 30 mil pessoas.

A fechar esta terceira temporada, o programa irá exibir uma reportagem sobre mães adolescentes em Portugal, que só no ano passado foram perto de 4000, as mães, que, com idades entre os 12 e 19 anos tiveram filhos. Nos bairros Marquês de Abrantes, em Lisboa, e Casal de Cambra, em Sintra, conhecemos os rostos e as histórias de quem se tornou mãe muito jovem e também de todos os que tentam apoiar estas adolescentes e os seus bebés.

Catarina Furtado e a sua equipa testemunham no terreno o imenso trabalho feito por várias entidades: a Associação para o Planeamento da Família (APF), a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, a Maternidade Alfredo da Costa, entre outras. A reportagem mostra ainda como as parcerias entre as várias entidades são fundamentais para promover a complementaridade, evitar intervenções duplicadas e conseguir resultados com mais sucesso.

Veja as fotos do último «Príncipes do Nada»

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close