RTP

Lusa propõe substituir RTP nas delegações que se venham a extinguir

rtp

A agência Lusa propôs ao Governo poder substituir a televisão e rádio públicas em regiões onde a RTP venha a extinguir delegações.

Foi através do presidente do conselho de administração da agência noticiosa, Afonso Camões, que se ficou a conhecer a proposta enviada por carta ao ministro Miguel Relvas em setembro  se defendia a tese de que a Lusa tem condições para se substituir à RTP, «na medida em que a RTP entender, no país e no mundo».

Na proposta efetuada pela agência ao ministro dos Assuntos Parlamentares, a administração da Lusa «disponibilizou-se a assegurar à televisão e rádio públicas a cobertura a partir de postos onde esta venha a extinguir» delegações ou serviços, numa proposta efetuada após a denúncia do contrato de prestação de serviço público, ocorrida no início do ano.

Perante a comissão parlamentar de Ética, o administrador da agência de notícias revelou que «o discurso das sinergias é um discurso nosso, desde a primeira hora». O gestor sublinhou ainda a parceria que já existe com a televisão estatal,onde a partilha de instalações tem sido feita, «a RTP é um cliente nosso e queremos que seja mais cliente nosso», acrescentando que a Lusa é hoje «um grande produtor de conteúdos na área do audiovisual e áudio».

Afonso Camões lembrou ainda as dificuldades que a indústria da comunicação social enfrenta e que penaliza o desempenho da agência. «A Lusa poderia fazer a televisão corporativa da TAP, do Metro, das Câmaras. Não temos um problema de falta de produto, temos produtos novos todos os anos. Mas o mercado não quer ou não tem capacidade para investir neles», concluiu.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close