RTP

Luís Filipe Borges: “Adoro tudo o que faço”

luis filipe borges

 

Foi em entrevista à Correio TV que Luís Filipe Borges confessou sentir-se satisfeito pelo percurso que 5 para a Meia-noite está a seguir. Com duas novas apresentadoras, o profissional da RTP2 afirmou que cada uma tem as suas qualidades, o que torna o programa do segundo canal mais eclético.

Passados dois anos desde a estreia do conhecido talk-show, a antiga cara da Revolta dos Pastéis de Nata revelou à revista do Correio da Manhã que Rui Costa foi, talvez, o convidado que mais gozo lhe deu entrevistar: “Tenho de destacar o Rui Costa, porque sou benfiquista. Era um sonho e andei muito tempo atrás dele. Depois, António Costa, porque foi numa semana histórica para o 5 para a Meia-noite“. Apesar disso, o apresentador não esquece que cada pessoa que se senta no sofá de 5 para a Meia-noite tem particularidades especiais que contribuem para uma agradável conversa. Talvez por isso, Luís Filipe Borges admita que “é um privilégio ter este emprego”.

Depois de já ter lançado algumas obras, o também escritor acrescenta que o facto de ter sido um dos argumentistas de Conta-me Como Foi e Liberdade 21 o deixou orgulhoso: “É um desafio tremendo, é uma oportunidade de sermos pequenos deuses, porque sem as pessoas que escrevem não há nada. Escrever é a obrigação mais nobre que existe nas artes, na minha honestíssima opinião”.

Satisfeito com a sua carreira, Luís Filipe Borges demonstrou sentir-se completo: “Adoro tudo o que faço e penso-o como uma vocação, não como uma obrigação”.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close