RTP

João Fernando Ramos defende Felisbela Lopes

Depois de ter sido conhecida a decisão do Conselho de Opinião em não conceder o cargo de Provedor do Telespectador à pró-reitora da Universidade do Minho, há quem continue sem perceber os motivos da recusa. Segundo apurou o 24 Horas, estes prendem-se com o facto de “Felisbela ser demasiado nova e não ter o peso que o cargo exige para enfrentar as direcções de informação e programação”.

Indignado com toda esta situação está o pivô do Jornal da Tarde que, em declarações ao mesmo jornal, fez duras criticas ao Conselho de Opinião: “Estamos perante um simples caso de ‘não podes ser tu porque temos um amigo para o lugar’. Na actualidade, ela é a pessoa com uma visão mais lúcida sobre o serviço público e todos tinham a ganhar com um quadro crítico como ela.” João Fernando Ramos deixou ainda um alerta: “Quem a ouviu não percebeu quem ali estava, que não se move por interesses políticos. Estou indignado porque me custa ver pessoas desta qualidade serem maltratadas.”

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close