RTP

Hugo Andrade valoriza o trabalho de Catarina Furtado

O contrato de Catarina Furtado termina em junho deste ano, contudo Hugo Andrade não pensa sequer na possibilidade de vir a perder a apresentadora para a concorrência. Afinal, e segundo ele, a RTP1 permite que os seus profissionais se dediquem a projetos que na concorrência seriam impensáveis. «Eu quero a Catarina. Eu diria que a Catarina é um dos 11 Ronaldos da RTP. Ela, de facto, é uma das nossas ponta de lança», confessa o diretor de programas do primeiro canal à TV Guia desta semana.

E será que Catarina Furtado está disposta a continuar a colaborar com a estação pública? «Ela gosta muito da RTP. Essa é que é a verdade. Por exemplo, o Malato está agora em Macau a fazer um programa sobre fado com a Aldina Duarte… Ele não pode fazer isto em mais lado nenhum! A Catarina adora fazer Príncipes do Nada, e não só, e isso passa pelo serviço público. A nova RTP precisa deles».

No que toca à relação entre as audiências e o investimento de A Voz de Portugal, Hugo Andrade adianta que o formato se distingue pela sua qualidade. «Não, não acho [que tenha sido dinheiro deitado ao lixo]. Se tiver que avançar para uma segunda edição de A Voz de Portugal, nunca será pelo resultado, mas pelo projeto, porque um canal público tem de ter formatos desta qualidade», finaliza.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close