RTP

Geocaching em destaque no próximo ‹‹O Nosso Tempo››

O Nosso Tempo

O Nosso Tempo

No programa desta semana d’O Nosso Tempo começamos por correr ou pedalar com a ajuda de aplicações que detalham o esforço e ajudam no desempenho. Mudamos de trilho e partimos à descoberta de tesouros escondidos, só pelo gozo de os encontrar, com a ajuda da tecnologia. E com o mundo na palma da mão percorremos o dia de alguém sempre ligado.

Nos tempos modernos fazer desporto é mais do que gostar de, por exemplo, correr ou pedalar ao ar livre. O que antes eram tarefas simplesmente físicas, podem hoje ser monitorizadas ao pormenor com aplicações que se descarregam para os telefones e que leem o esforço físico com detalhe e ajudam a chegar a um melhor desempenho.

Vão ao fim do mundo por uma cache… tesouros escondidos à espera de ser encontrados nos lugares mais remotos
São mais de 20 mil geocachers em Portugal… O geocaching começou há 13 anos nos Estados Unidos e não para de crescer.
Um jogo para descobrir novos lugares, a 5 minutos de casa ou a milhares de quilómetros de distância. Para o geocacher o céu é o limite, literalmente. Quando olhar para a lua lembre-se na estação espacial internacional foi escondida uma cache… que foi encontrada.

Hoje há cada vez mais pessoas que não se conseguem desligar do que as rodeia. As novas tecnologias informáticas possibilitam que o nosso mundo caiba na palma da mão. A Florbela Godinho ligou-se e conheceu o Pedro Aniceto, um homem na ténue fronteira entre a operacionalidade total e a dependência.

Estas são três histórias d’O Nosso Tempo. A não perder amanhã, às 21h00, na RTP1.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close