RTP

ERC surpreendida com veto da RTP a canal dos Jogos Olímpicos na TDT

A televisão do estado está a negociar com a MEO e a ZON um canal dedicado exclusivamente aos Jogos Olímpicos. A Entidade Reguladora para a Comunicação Social queria incluí-lo no pacote da televisão digital terrestre, mas levou uma nega da RTP.

“Está fora de hipótese por questões financeiras. Fizemos estudos de rentabilização dos direitos de transmissão e de licenciamento – uma parte já feita à Sport TV– e para pôr os Jogos na TDT tínhamos de pagar para emitir e perdíamos receita”, explicou ao Diário de Notícias deste sábado o diretor- geral de Conteúdos da empresa pública, Luís Marinho.

Por esta altura, as negociações decorrem entre a RTP e as duas principais operadoras, de forma a colocar o conteúdo na televisão por subscrição, que será num canal rentabilizado através da publicidade. Algo já aprovado pela ERC.

Contactada pelo DN, Raquel Alexandra, vogal do Conselho Regulador, mostra-se surpreendida com a decisão do canal do estado: “Estamos boquiabertos com a resposta da RTP. Depois de todo o processo, vem recusar a proposta alegando questões comerciais… Consideramos que era a obrigação da RTP, como serviço público, tomar este tipo de iniciativas”, refere a jurista e antiga jornalista, admitindo que este se tratava de “um serviço temporário” ao qual “a Anacom (Autoridade Nacional para as Comunicações) não se opunha” e que “considerávamos que era interessante para todos os portugueses”.

Confrontado com este argumento, Luís Marinho recorda que “os portugueses vão ter o conteúdo disponível na RTP 2, onde vão ser emitidas muitas horas de Jogos Olímpicos e onde vai estar o mais importante”.

Para a ERC, a proposta para inclusão das emissões no canal de Alta Definição da TDT viria “solucionar um espaço que sempre esteve consignado aos três canais e sobre o qual nunca houve entendimento”, explica Raquel Alexandra, alegando que, na semana passada, “Zeinal Bava (presidente da PT) aceitou cobrar um preço simbólico à RTP para transportar o sinal em alta definição”.

  • MA

    Uma vergonha! Enquanto isso o canal HD continua sem emitir nada!

    • Daniel Marques

      Emite algumas coisitas. Pelo menos os jogos de futebol, são em HD.

      • Rui

        Os jogos de futebol da RTP na TDT não são em HD… São em SD.

        • Daniel Marques

          É verdade. Pelo menos pensavam nas pessoas que não têm o canal em HD.

      • Coelho

        Daniel Marques, deves estar num sono profundo

        • Daniel Marques

          Olá “Coelho”, Mas não é verdade? O RTP1 HD emite em HD jogos de futebol e mais pouca coisa. E quando isso acontece, qualidade dos mesmos programas no canal 1 é reduzida. Pelo menos tem-me parecido. 🙂

          • cabe91

            penso q tamos a falar do canal hd da tdt, nao do fantastico rtp1 hd que se paga duas vezes, uma na factura da edp e outra ao fornecedor de tv paga

  • biller

    Excelente decisão da RTP. Não vale a pena investir dinheiro público para um canal em HD dos JO. 16:9 na RTP2 é mais do suficiente.

    • Daniel Sampaio

      Discordo, 16:9 é quase uma obrigatoriedade que as privadas continuam, estupidamente, a rejeitar. Se não há condições para o canal HD partilhado, era mais que tempo para meterem no seu lugar a RTP1 HD.

      • biller

        16:9 é uma mais-valia, mas nunca uma obrigatoriedade. A maioria de quem vê TV não faz ideia dos ractios. Quanto à RTP1 na TDT, a solução seria a distribuição da versão HD. Quanto ao canal partilhado, não faz sentido privilegiar um dos canais, sobretudo quando já existe esse canal em distribuição.

        • Daniel Sampaio

          Todas as televisões com mais de 6 anos são em formato panorâmico, as nossas generalistas já deviam ter adaptado o formato para essas há bastante tempo, RTP timidamente vai dando os primeiros passos, SIC e TVI continuam na deles… Acredite que há muita gente a ligar a isso, caso da RTP2, que quando mudou de formato, choveram telefonemas e mensagens para o Sociedade Civil, a perguntar o porquê de as pessoas aparecerem mais magras.

          Faz todo o sentido a RTP1 HD substituir o canal HD partilhado, é um canal público e um serviço que deveria ser em sinal aberto, tanto nas públicas, como nas privadas, e bem sei que elas querem receber €€ pelo canal em HD… Mas isto é um serviço aos espectadores, não se pode querer receber de tudo o que se faz, muito menos demorar anos e anos a decidir um canal que, a continuar assim, nunca verá a luz do dia.

          • biller

            A RTP2 não ganhou qualquer quota de mercado. A RTP1 ganhou umas décimas devido ao futebol. As pessoas podem notar diferença, mas a maioria não vê nisso uma mais-valia. Mas há maus exemplos: detesto a imagem do Económico TV por exemplo. Quanto ao canal na TDT não faz sentido haver duas RTP1. Concordo com a RTP1 HD, mas saía a RTP1. As TVS não recebem pela distribuição de um canal, aliás pagam. O desinteresse será a pouca receptividade de todos os canais em pagar direitos em HD.

          • Ibrahim Dursun

            Não sabia que os canais apostavam em novas tecnologias só por causa da audiência? Quanto à questão dos direitos, hoje em dia, os feeds são apenas enviados em HD, não havendo pagamento de direitos à parte para a emissão em HD, visto que está tudo englobado num só feed.

          • Não sabia que os canais apostavam em novas tecnologias só por causa da
            audiência? Quanto à questão dos direitos, hoje em dia, os feeds são
            apenas enviados em HD, não havendo pagamento de direitos à parte para a
            emissão em HD, visto que está tudo englobado.

          • Daniel Sampaio

            Dê tempo ao tempo, RTP2 tem 16:9 desde Maio e RTP1 desde Junho, quando se massificar nestes 2 canais, aí sim, se começam a ver diferenças e o público começa a reclamar, isto se não o faz já. Quanto a audiências, se as RTP’s não ganharam audiências só pode ser um sinal positivo, o 16:9 é evolução da televisão, só quem não quer não vê isso. SIC e TVI nem em 2020 têm 16:9…

  • Paula Lobo

    RTP2 chega! Há quem continua a querer que a RTP gaste dinheiro em coisas superfluas

    • Ibrahim Dursun

      Emissões em alta definição não são gastos supérfluos. Bem pelo contrário…

      • biller

        Só interessam aos fãs da imagem de última geração. É um gasto supérfluo, de facto.

        • Ibrahim Dursun

          Não é uma questão de ser fã da imagem de última geração. É uma questão de evoluir a nível tecnológica. E essa evolução devia de estar à vista de todos e não de apenas alguns. Se discordas, então os teus de livre acesso à informação estão um pouco desfigurados daquilo que na realidade são.

  • Tito

    Pois Claro. Era o que mais faltava emitir na TDT. Esse canal HD é para emitir o preto que é muito bonito. Então a TDT já tem muitas coisas boas 4 canais, algo nunca visto em Portugal. Nem incluimos a RTP Madeira/Açores iamos agora ter um Jogos Olimpicos.

    Mudem para a MEO e já veem…

  • Maisum

    Quer dizer, mensalmente sou obrigado a contribuir na factura da luz para a RTP, com o meu dinheiro produzem um novo canal e não tenho forma de o ver (a não ser assinar MEO ou ZON)!!!

    É claro que há manobra de bastidores da ZON e da MEO!!!

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close