RTP

Conheça a nova «Praça da Alegria» (com imagem)

Tânia Ribas de Oliveira e João Baião

Praça da Alegria 2013

A nova «Praça» chega na segunda-feira, e a RTP1 desvendou hoje a nova imagem do programa que passa a ser produzido a partir dos estúdios da RTP em Lisboa.

As novidades vão além da mudança do Porto para Lisboa e nos rostos da apresentação. A partir de segunda-feira, a «Praça» contará com a presença habitual do humorista Hugo Sousa, que participou em alguns sketchs do «5 Para a Meia-noite», também na RTP1. Hélder Reis mantém-se no programa, continuando a fazer a reportagem por vários pontos do país, e a jornalista Cristina Liz reforça a equipa para dar conta das últimas actualizações em termos de informação. Além destas novidades, temas habituais como a saúde, culinária, turismo e moda  serão abordados no programa.

A nova «Praça da Alegria» estreia já na segunda-feira com apresentação de Tânia Ribas de Oliveira e João Baião, ainda que até março será apenas o apresentador a dar a cara pelo formato, já que Tânia se encontra de licença de maternidade

  • fernando f.

    vergonhoso! é a palavra que ocorre ao ver o que fizeram com A cidade do PORTO! tirar a unica produçao reconhecidamente do norte, para fazer igual mas em Lisboa é gozar com o país e principalmente gozar com a equipa que todos os dias produzia aquele programa. Desejo que as audiências se reflitam nesta péssima decisão, que no fundo tem como objectivo começar a tirar o valor da rtp porto a fim de acabar com ela, e que possam demonstrar que o Norte também merece ter expressao NESTE PAÍS. O que se fez com os apresentadores (Sónia araujo e Jorge Gabriel) nao se faz no tiraram-lhes algo que era “seu” por direito. PODIAM ao menos ter dado um nome diferente ao programa! Mas nem a esse trabalha a brilhante direção se deu! PARABÉNS MAIS UMA VEZ Á ESTAÇAO PUBLICA, sempre a faturar!!! VERGONHA!

    • O porto nao termina…continuam a produzir para os restantes canais, que drama fogo…só sabem criticar..

      • ml

        Concordo. Nunca como agora a RTP Porto teve tantas condições. Hoje em dia com o estúdio virtual têm capacidade para construir qualquer cenário no que toca à informação. E em relação ao resto vão produzir a RTP2. Eu se fosse do Norte ficava muito mais feliz com isso. Na RTP2 vão poder fazer tv com qualidade como a RTP-Porto sabe fazer. Na Praça era música pimba e ginástica… Na 2 é que vão poder mostrar o que valem.

        • Zézé

          Concordo com o ml. Pimbalhadas que as metam no cu…

    • Luís Filipe

      QUE LOUCURA ESTÁ GENTE ESTÁ LOUCA. Qual é o problema de tentar melhorar a programação se temos de mudar de cidade muda-se se temos de mudar de apresentadores muda-se e pronto a vida é feita de ciclos e este é só mais um. A culpa é dos profissionais que faziam a anterior PA que se sentaram á sombra da bananeira e não correram atrás do sucesso e de forma a melhorar o programa só se lembram das coisas depois de serem tomadas decisões após estarem no buraco!

      • CAMBADA DE TRISTES

        é triste ler certos comentários aqui! pessoas que não entendem o que isto significa. cambada de ignorantes que não vêm que isto nao passa de de mais um acto de centralizaçao por parte do governo. O país nao é só lisboa. O norte tambem tem direito a se expressar! e a praça da alegria dava esse apoio a gente que por cá habita! que pelos vistos só sabe criticar e não tem o direito de ter um programa realizado cá!
        CAMBADA de malucos é o que este país tem, cambada de resignados e ignorantes! Não interessa se viam ou nao viam o programa! o que interessa é o que tinhamos um programa nacional realizado no porto, em que os seus convidados eram de cá! e isso é algo que não vemos na televisão portuguesa!

        TRISTES todos aqueles que pensam que isto é para melhorar! porque a rtp limitou-se a pegar no mesmo programa e passao-lo para lisboa! isso nao é inovar! isso é pegar numa coisa e passa-la para outro lugar!

        • Ana

          OMG! Estupidez ao mais alto nível

        • ml

          Resta saber é se as pessoas do Porto também viam o programa. Maior parte deve ver a TVI e nem sequer passa pela Praça da Alegria, mas reclamam por reclamar. Se antes tinham um programa nacional agora passam a ter um canal nacional. Podem sempre dizer que a RTP-2 tem menos audiências mas ainda mais desafiante é. Já não há nada a perder e pode-se assim lançar novos projectos e conquistar novos públicos, fazendo TV de qualidade que, repetindo o que disse mais acima, a RTP-Porto sabe fazer; em vez da mistura de música pimba, ginástica e comentários de crimes que caracterizavam a Praça de hoje em dia. A Praça já não mantinha a sua matriz inicial, imitava o que de pior a concorrência tinha e precisava urgentemente de uma renovação. Oxalá o que vem aí seja melhor.
          E quanto à divulgação do Norte, a verdade é que com a Praça apenas o podiam fazer (se fizessem) de manhã. Agora com a 2 passam a ter também o horário nobre onde há mais gente disponível para ver TV, logo podem “espalhar a mensagem” a mais pessoas.
          Acho que só tão a olhar para o lado negativo, em vez de verem a grande oportunidade que podem ter.
          Eu compreenderia a indignação se acabassem com a redacção da RTP-Porto, agora a Praça da Alegria…

    • piloto

      esta gente do norte é toda igual…
      quando é para reclamar estão todos lá, mas provavelmente muitos deles nem viam o programa

    • O programa nem era no Porto, era em Vila Nova de Gaia Lol
      Somos um país geograficamente pequeno, com a capital mais ou menos ao centro. Dá mais jeito a toda gente.
      Portugal não é só Lisboa, mas também não é só Lisboa e o Porto.

  • Para quem mora fora de Lisboa ou do Porto, esta disputa onde se faz ou se deixa de fazer um programa, não passa de uma mera guerra de comadres. Who cares?

    Somos um país pequeno, em Espanha ou na América, esta discussão seria ridícula. Ninguém deixaria de ver a Oprah ou a Ellen se estas mudassem os estúdios de cidade.

    A verdade é que, a Praça da Alegria, se tinha tornado num formato chato, pouco dinâmico, demasiado formal, demasiado cinzento, demasiado regionalista.

    A RTP dos últimos anos, apresentava de 2ª a sábado, metade da sua progamação numa eterna Praça da Alegria, de manhã à noite, onde apenas se trocava o nome e os apresentadores.

    • ze

      Disse tudo!
      Já não se aguenta o choradinho só por ter saído do Porto, a praça há de continuar a ter reportagens por todo o país…há gente que só sabe reclamar.
      E é triste ver pessoas a dizer que vão deixar de ver um canal só por ter terminado um programa…gente mimada é que não.

  • Zézé

    E o Malato a fazer o “Portugal no Coração”. Que nojo!

  • anónimo

    Estas pessoas parecem os velhinhos da aldeia. Apenas sabem dizer mal de tudo e de todos! Ainda não viram as remodelações dos formatos da RTP e já têm uma sentença a dar. Mesmo à Portuguesa!

  • r

    Penso que devia ter outro nome.
    Acho que a RTP podia fazer uma novela por ano em Horário nobre
    e falar com a SIC e transmitir novelas da globo que a SIC não queira.

    Que acham???

    • ze

      A RTP não é o caixote do lixo para ficar com as novelas da globo que a sique não quer…
      E de novelas já estão as privadas cheias, acho muito bem que a rtp tenha uma programação alternativa e com qualidade

  • Opinião

    Alguns aspetos para a gente do Porto analisar:
    – A sede da RTP é em Lisboa, capital do país;
    – Não há RTP Faro, nem RTP Évora, nem RTP Bragança, nem RTP Felizes(fui ver ao Google Maps uma aldeia qualquer), logo, a população dessas regiões não têm direito a nenhum programa a ser produzido na sua região(em estúdio);
    – O que interessa é o conteúdo do programa e não o sítio onde é gravado. O canal é o mesmo, o sinal de TV que chega a minha casa é o mesmo, e muitas vezes nem sequer sei onde os programas são gravados…
    Por isso, não me interessa se é gravado no Porto, ou em Lisboa ou em que raio for. O que interessa são os apresentadores e o conteúdo do programa.

    • ze

      Ora aí está!
      Para quem não concorda com esta medida, perceba que o Norte estará sempre presente, a diferença é que para além do norte, estará todo o país e na minha opinião será melhor assim e coincide com o novo slogan da RTP.

  • Paulo Oliveira

    O programa era feito em Vila Nova de Gaia (e não no Porto) mas já precisava de uma remodelação. Acho que o programa devia mudar de nome, pq as audiencias eram baixissimas e vão continuar a ser.

  • Pingback: «Praça da Alegria» renovada estreia atrás da concorrência | A Televisão()

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close