RTP

Comissão de Trabalhadores da RTP defende um limite salarial de 6980 euros

A Comissão de Trabalhadores (CT) da RTP, através de um comunicado de imprensar, defende um teto máximo para os salários de 6.980 euros.

Este comunicado vem na sequência do pedido de esclarecimento do CDS ao ministro-adjuunto e dos assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, sobre o facto de haver trabalhadores da estação-pública com vencimentos iguais ou superiores aos do Presidente da República.

A CT da RTP afirma que este valor “corresponde ao montante máximo da tabela salarial em vigor estipulada pela contratação coletiva negociada pela RTP e os sindicatos, acrescido dos montantes máximos de subsídios que um trabalhador poderá em qualquer caso auferir mensalmente”.

De acordo com a notícia do Dinheiro Vivo, a Comissão defende ainda o fim do “o ajuste direto salarial que nos últimos anos tem florescido”, referindo-se em especial aos trabalhadores ligados ao entretenimanento.

“A RTP não vende uma mercadoria, presta um serviço público. Mas, mesmo que erradamente o suposto ‘valor de mercado’ estivesse na origem destas decisões, ninguém no mercado de entretenimento português ‘vale’ neste momento 27.000 euros mensais”, termina a CT.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close