RTP

“Bom Português” a caminho da RTP Informação

Caras RTP Info

Foi no lançamento da segunda edição do livro Bom Português, agora dedicada ao novo acordo ortográfico, que foi lançada a hipótese da conhecida rubrica de Bom Dia Portugal ocupar a grelha do canal de Informação da estação pública.

De acordo com Luís Castro, jornalista do primeiro canal, esse é um dos objetivos da RTP Informação para os próximos tempos: “A RTP Informação quer esses mini-espaços para a sua grelha”.

Ciente da importância que a rubrica da estação pública tem junto da aceitação do novo acordo ortográfico, Carla Trafaria defende igualmente esta aposta. “Este acordo gerou muita polémica e alguma resistência, mas a emissão diária do Bom Português tem ajudado a quebrar essa oposição, porque as pessoas começaram a entender as novas regras e, como tal, interiorizaram-nas e aceitaram-nas”, explicou ao Diário de Notícias.

A estreia de Bom Português na RTP Informação é ainda desconhecida.

  • Vitor Alves

    Acordo ortográfico???
    Mas que raio de acordo????
    Vejamos. No dia de hoje, 10/11/2011, o Bom Portugues da RTP1 focava as palavras
    OBJECTIVO
    E
    OBJETIVO
    A resposta dada é que com o novo acordo ambas estão certas.
    Ora se ambas estão certa onde raio está o acordo???? Acordo seria haver uma só maneira de escrever
    Cada País de língua portuguesa coloca a palavra como quer? E chamam a isso acordo???
    Acordo é quando duas ou mais pessoas concordam em acertar qualquer coisa de igual modo.
    Ora segundo parece o acordo fizemos nós os parvos do costume.
    A lingua Portuguesa é só uma, a de Portugal.
    O Brasil, Angola, Moçambique etc., falam a lingua portuguesa, não são os dopnos da Lingua.
    Os donos da lingua somos nós e nós é que mandamos como se escrevem as palavras.
    Eles se quiserem escrever errado que o façam errado e não nos levem atrás.
    E essas palavras foram aprendidas na escola de uma certa maneira e, acho eu, que não temos nada que nos encolhermos em acordos absurdos.
    Eme vez de andarem na rua a fazer perguntas patéticas, andem nas ruas a perguntar ás pessoas se concordam com o acordo ortográfico.
    Aí sim, farão um bom trabalho pela Língua Portuguesa de Portugal

  • Alberto

    Toda a razão caro amigo.

    Eu sou prof de português no estrangeiro e acreditem que não ensino com o novo acordo.

/* ]]> */