RTP

“Bom Português” a caminho da RTP Informação

Foi no lançamento da segunda edição do livro Bom Português, agora dedicada ao novo acordo ortográfico, que foi lançada a hipótese da conhecida rubrica de Bom Dia Portugal ocupar a grelha do canal de Informação da estação pública.

De acordo com Luís Castro, jornalista do primeiro canal, esse é um dos objetivos da RTP Informação para os próximos tempos: “A RTP Informação quer esses mini-espaços para a sua grelha”.

Ciente da importância que a rubrica da estação pública tem junto da aceitação do novo acordo ortográfico, Carla Trafaria defende igualmente esta aposta. “Este acordo gerou muita polémica e alguma resistência, mas a emissão diária do Bom Português tem ajudado a quebrar essa oposição, porque as pessoas começaram a entender as novas regras e, como tal, interiorizaram-nas e aceitaram-nas”, explicou ao Diário de Notícias.

A estreia de Bom Português na RTP Informação é ainda desconhecida.

  • Vitor Alves

    Acordo ortográfico???
    Mas que raio de acordo????
    Vejamos. No dia de hoje, 10/11/2011, o Bom Portugues da RTP1 focava as palavras
    OBJECTIVO
    E
    OBJETIVO
    A resposta dada é que com o novo acordo ambas estão certas.
    Ora se ambas estão certa onde raio está o acordo???? Acordo seria haver uma só maneira de escrever
    Cada País de língua portuguesa coloca a palavra como quer? E chamam a isso acordo???
    Acordo é quando duas ou mais pessoas concordam em acertar qualquer coisa de igual modo.
    Ora segundo parece o acordo fizemos nós os parvos do costume.
    A lingua Portuguesa é só uma, a de Portugal.
    O Brasil, Angola, Moçambique etc., falam a lingua portuguesa, não são os dopnos da Lingua.
    Os donos da lingua somos nós e nós é que mandamos como se escrevem as palavras.
    Eles se quiserem escrever errado que o façam errado e não nos levem atrás.
    E essas palavras foram aprendidas na escola de uma certa maneira e, acho eu, que não temos nada que nos encolhermos em acordos absurdos.
    Eme vez de andarem na rua a fazer perguntas patéticas, andem nas ruas a perguntar ás pessoas se concordam com o acordo ortográfico.
    Aí sim, farão um bom trabalho pela Língua Portuguesa de Portugal

  • Alberto

    Toda a razão caro amigo.

    Eu sou prof de português no estrangeiro e acreditem que não ensino com o novo acordo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close