Geral

Televisão não vai de férias

Em período estival, com o calor a convidar ao passeio, o televisor fica mais tempo desligado. Pelos vistos, ficava. O cenário mudou. Em Agosto de 2008, a audiência média diária tem sido, quase sempre, superior à de Março.

Viu-se mais televisão num período normalmente consagrado às férias do que em Março. A excepção, no período estudado, segundo dados fornecidos pela Marktest, aconteceu apenas durante o fim-de- semana.

Partindo da observação de que a tabela diária dos programas mais vistos continuava a reunir, em Agosto, mais de um milhão e 500 mil espectadores durante a exibição das novelas da TVI, líderes do top televisivo – anteontem, a “Outra” foi acompanhada por mais de 1.600 milhão -, impunha-se a pergunta: Vê-se muita televisão durante o período das férias?

Uma vez que ainda é cedo para um balanço mais detalhado, seguindo uma sugestão de um profissional da Marktest, comparou-se duas semanas deste ano, escolhidas aleatoriamente: uma semana de Março e, de 10 a 16; e outra de Agosto, de 11 a 17 do mês.

A análise dos dados permite concluir que se vê mais televisão ainda que com uma ligeira descida no número de espectadores. Sucede é que, os que vêem televisão a mantêm ligada por mais tempo, segundo alerta o profissional da Marktest. No dia 10 de Março, uma média de 7865 milhões contactaram a emissão televisiva, nem que fosse por escassos segundos. Em Agosto, também numa segunda-feira, no dia 11, o número desceu para 7684 milhões. “Há uma diferença que ronda as 200 mil pessoas”, assinala o responsável. Uma distância numérica que, ainda assim, tem diminuído, segundo dados consultados pelo JN.

Na semana considerada, o consumo médio do total televisão por cada espectador subiu, nos dias úteis de Agosto, em mais de 25 minutos diários. Na divisão por períodos horários, sobressai um padrão de comportamento no período normalmente destinado a férias. Vê-se quase sempre mais televisão em Agosto, à excepção do horário nobre. Curiosamente, a audiência total só não é superior em Agosto entre as 18 e as 24 horas, fazendo adivinhar a opção por saídas nocturnas em detrimento do tempo passado diante do televisor.

Na hora de almoço, entre as 13 e as 14.30 horas, é quando se nota um salto maior na audiência de Agosto. Ou seja, crescem os espectadores para os noticiários da tarde. Enquanto a 10 de Março, se fixou 18%, no dia 11 de Agosto, o número ascendeu aos 23.7%. No dia seguinte, a subida foi de 17.3% para 22.8%.

A partir da meia-noite, também se vê mais televisão em Agosto. Nestes dias, a diferença vai de 10.3%, para 16.6%; e de 11.9%, para 14.3%. Segundo a Marktest, apesar de faltarem dados para que se possa fazer um balanço mensal, estes números têm carácter indicativo.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close