Geral

SP Televisão apostará no mercado angolano

A SP Televisão é a produtora que, nos últimos anos, tem produzido ficção para a RTP1 e para a SIC. “Pai à Força”, “Liberdade 21” ou “Voo Directo” da RTP1, bem como “Perfeito Coração”, “Lua Vermelha” ou “Laços de Sangue” da SIC, são apenas alguns exemplos dos produtos levados a cabo pela produtora e que comprovam a sua força no mercado. E ao mesmo tempo que a brasileira TV Globo mostra interesse na produtora portuguesa, a SP Televisão olha para os mercados angolano e moçambicano. Aliás, a TV Globo pretende criar uma produtora juntamente com a SIC, não excluindo a prestação da SP Televisão: “Acredito que a SP Televisão teria todo o interesse em participar nisso [negócio], afinal de contas a empresa já produz para a TV Globo e com a SIC”, afirmou Guilherme Bokel, director-executivo de Entretenimento Internacional da estação brasileira. Mas, até lá, e sem ainda estar tudo definido, a produtora portuguesa quer investir noutros mercados, começando assim a sua internacionalização…

“Poderá haver acordos em Angola e Moçambique muito em breve.”, anuncia o director-geral da produtora, Bruno José, garantindo, ainda, que estão em vista “a produção para determinados canais televisivos”. A prioridade é, portanto, a instalação da empresa num mercado onde a produtora da TVI, a Plural, já começou a trabalhar, em 2008. “Esta aposta vai significar a nossa deslocação para Angola durante um período. Não sei se será para ficar. Tudo dependerá do mercado e do que o próprio país estiver à procura.”, avança Bruno José ao Diário de Notícias, avançando que “Talvez para o ano comecemos a trabalhar em Angola.”.