Geral

SIC e TVI com menos desvios na programação

erc-300x244

No âmbito da avaliação quinquenal legalmente exigida pela Lei da Televisão e dos Serviços Audiovisuais a Pedido levada a cabo pelo Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social  que elaborou os relatórios de avaliação intercalar das licenças de televisão da SIC e TVI relativos ao período compreendido entre 2007 e 2011, foram analisadas as obrigações em matéria de anúncios de programação.

No cômputo da avaliação dos cinco anos, no que respeita aos desvios apresentados em matéria de anúncios de programação, os dados apurados pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) permitem concluir que o operador SIC tem manifestado progressos no seu desempenho, o que se reflete na redução do número de infrações registadas nos últimos dois anos.

Depois de registar no último trimestre de 2007, 824 ocorrências irregulares no que diz respeito às alterações de programação neste serviço de programas no ano de 2011,atendendo a um ano inteiro e ao universo da emissão, a SIC registou apenas 45 faltas.

Em igual movimento decrescente, o número de casos de alteração da programação não justificados, que no ano de 2008 ascendia aos 126, em 2011 registou-se apenas 1 desvio considerado como insuscetível de justificação ao abrigo das exceções consagradas no n.º 3 do artigo 29.º da Lei da Televisão.

Quando ao serviço de programas da estação de Queluz de baixo a ERC  também se registou uma evolução positiva no cumprimento das obrigações de anúncio da programação.

Entre o último trimestre de 2007 e 2011 verificou um decréscimo acentuado nas ocorrências registadas mantendo-se, porém, o número de casos considerados não justificados.

Se nos últimos três meses de 2007 as alterações de programação perfaziam um total de 145, em 2011 foram registadas apenas 66 ocorrências irregulares. O número de casos não  passiveis de justificação oscilou entre os 7 e 8, com exceção do ano de 2008 em que se registaram apenas 3 ocorrências insuscetíveis de não serem justificáveis.

Recorde-se que conforme já noticiado pel’ A Televisão, a avaliação empreendida pela ERC concluíram que os noticiários de SIC e TVI apresentam uma enorme concentração do enfoque temático dos serviços noticiosos de horário nobre.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close