Geral

Marktest esconde os dados de audiências que recolheu

Marktest

No dia em que a TVI anunciou que vai passar a usar o painel da Marktest deixando de considerar as audiências medidas pela GfK (e que A Televisãonoticiou), a empresa de Jorge Fonseca Ferreira decidiu retirar do seu site os dados de audiência recolhidos pelo seu sistema de medição. O objetivo é muito simples: evitar que comparem os seus resultados (da Marktest) com os da GfK.

Os dados da Marktest podiam, até ao dia de ontem, ser consultados pelos canais e pelos órgãos de comunicação social. E as audiências apresentadas pela empresa que as media, oficialmente, até ao mês passado, mostravam as enormes discrepâncias entre os valores de audiência medidos pela GfK. Essas discrepâncias e alguns problemas têm feito a RTP contestar publicamente a fiabilidade técnica da empresa e fez com que a TVI, agora, quisesse deixar de considerar os dados oficiais da GfK. Nessa decisão da TVI pesou o facto dos novos resultados mostrarem a TV Record como líder dos canais de televisão paga, destronando a SIC Notícias (que no tempo da Marktest era líder há anos), e falhas que fizeram as televisões estarem dois dias sem resultados de audiência.

O jornal Sol entrou em contacto com a TVI e uma fonte oficial da estação não quis comentar, mas anunciou que estão a preparar um comunicado. Independentemente desta decisão, a TVI não pretende abandonar a CAEM (Comissão de Análise de Estudos do Meio).

Já a RTP, por seu lado, mostra-se de acordo com a posição tomada pela administração da TVI: «É do conhecimento público que a RTP partilha a opinião hoje expressa pela TVI, de que não se pode trabalhar com a falta de fiabilidade e a instabilidade deste sistema de medição de audiências», diz a estação do Estado, acrescentando que «A RTP irá falar com a TVI e com todos os operadores do mercado que partilhem desta necessidade de se encontrar um sistema fiável e credível de medição das audiências televisivas em Portugal, para construir essa solução».

A SIC optou por guardar as suas reações para mais tarde, sendo que esta decisão da TVI pode alterar o mercado televisivo, ao fazer com que haja em simultâneo duas medições de audiências, uma oficial e outra feita para a estação de Queluz de Baixo.

A Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) opta por não fazer comentários: «Estamos a analisar a situação», disse a presidente Manuela Botelho à referida publicação.

  • Anónimo

    E outra feita para a estação de Queluz de Baixo?! A RTP também não pediu o mesmo?

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close