Geral

Marina Mota, sem convites no Brasil, regressa a Portugal

Aquele Beijo Marina Ricardo Maria

Marina Mota despediu-se do Brasil, onde esteve longos meses a gravar a novela «Aquele Beijo» da TV Globo (que, por lá, já foi toda exibida na íntegra, tendo sido substituída por «Cheias de Charme», atualmente no ar). E, ainda no Rio de Janeiro, no Aeroporto Tom Jobim, antes de embarcar para Lisboa, a atriz confessou que «Foi muito difícil ficar longe das pessoas que amo por tanto tempo.».

Na Barra da Tijuca, onde esteve a morar no Rio de Janeiro, sempre sentiu o carinho do público: «Quando passava, as pessoas chamavam-me de muitas coisas: “Olha a da novela das sete”, a “portuguesa”, a “Amália”, a “mãe do Vicente (Ricardo Pereira)” ou a “namorada do Joselito (Bruno Garcia)”. Era muito divertido!», contou a atriz à revista TV 7 Dias.

Com 30 anos de carreira, Marina Mota regressou a Portugal por não ter outro convite para trabalhar no Brasil, mas ambiciona voltar para trabalhar em teatro: «Infelizmente, embora falemos a mesma língua, há diferenças incríveis, o que me condiciona enquanto comediante, porque eu gosto muito de viver do meu improviso e nisso estou muito à vontade… em Portugal. Não domino o suficiente as gírias e as expressões do Brasil para que as pessoas me entendessem.», disse à mesma publicação.

Quem também esteve no Brasil a trabalhar e agora regressa a Portugal é a Maria Vieira e o Paulo Rocha, mas estes vão voltar. Paulo Rocha está já garantido no remake de «Guerra dos Sexos» da TV Globo que tem estreia marcada para este ano.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close