Geral

Mais de três milhões de portugueses pagam para ver televisão

audiencias

audiencias

Segundo dados divulgados pela ANACOM (Autoridade Nacional de Comunicações), relativos ao primeiro trimestre do ano, são já 3.13 milhões de portugueses que veem televisão paga. Os números revelam um crescimento de 97 mil assinantes face ao  mesmo período do ano passado.

A trajetória ascendente deve-se ao  maior número de adesões à fibra ótica, que conta agora com 414 mil assinantes e que cresceu 5.2 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior. No sentido inverso, o número de assinantes dos serviços de distribuição de televisão por cabo e satélite diminui. No entanto, este é o menor crescimento trimestral verificado pela televisão por subscrição desde o segundo trimestre de 2006, num negócio que chegou aos 312.4 milhões de euros de receita, só nos primeiros três meses deste ano, que representam um aumento de 2.7% das receitas globais do setor.

Apesar de liderar, a Zon viu a sua quota de mercado recuar pela primeira vez, aquém do 50%. A operadora liderada por Rodrigo Costa,  recuou de 50.2%, no final de 2012, para 49.7%, no primeiro trimestre de 2013. A Zon é seguida pela MEO com 39.9% e da Cabovisão, que se mantém no terceiro lugar, com 7.6% dos assinantes de televisão paga. Já a Vodafone e a Optimus, em conjunto, não atingem os 3% de quota de mercado.

Até março, metade dos lares tinha mais de 80 canais e  apenas 12% menos de 30. De acordo os dados do Barómetro de Telecomunicações da Marktest-Rede Fixa cerca de 21.1% dos lares tinham canais premium, um aumento de 0.6% em termos trimestrais um recuo de 3,7 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close