Geral

Júlia Pinheiro vai chorar em “Peso Pesado”


Falta pouco tempo para a grande estreia do novo reality-show da SIC. Numa altura em que se limam as ultimas arestas para o grande dia, a apresentadora fala sobre aquilo que os portugueses vão poder ver, em entrevista à TV 7 Dias desta semana:

“É um formato que revela profundamente a humanidade das pessoas. Ou seja, não basta contar apenas as histórias e fazer o percurso de vida. Nós vamos ver ali, de facto, aquelas pessoas a mostrarem dúvidas, resistência, dor, vitória, alegria e a vida a mudar”, começa por dizer, acrescentando, em seguida: “Quando derem por isso, eles vão ver que as coisas vão correr bem, porque já estão diferentes. Portanto, são vitórias que estão a ser conseguidas. E o programa, a esse nível, é comovedor, porque há um lado de transparência que normalmente os concorrentes de um reality não têm, porque não estão tão expostos e não dão tanto. Estes estão a dar tudo. A moldura de alimentação daquelas pessoas é uma prisão. Eles vão sair da prisão… à nossa frente”, adiantou, sem contudo admitir as lágrimas que já derramou durante o programa.

E é neste formato que se perceberá as grandes diferenças existentes entre os habituais participantes de reality-shows: “Todos os concorrentes dos reality, de forma geral, construíram um estereótipo e vão executá-lo como uma personagem. O objectivo é permanecer o máximo de tempo no jogo para ganharem o prémio final e obterem dividendos que entendem quando o programa acabar.”, afirma, esclarecendo em seguida: “Neste caso, não é bem assim, temos pessoas que sabem que estão doentes. Em alguns casos percebem que se não for com esta ajuda, jamais mudam as suas vidas, porque não conseguem em casa. Estamos a falar, portanto, de quem necessita de ser ajudado e tem consciência disso. Esta sensação de grande oportunidade é que os faz empenharem-se. Não estamos a falar do prémio – mesmo sabendo que há dinheiro em jogo, o objectivo é mudar a vida e a saúde, porque querem ver os filhos a crescer. Há pessoas que sabem que se não fizerem nada poderão morrer”.

A terminar, Júlia Pinheiro não se mostrou preocupada com o facto de Peso Pesado ser previamente gravado e não emitido em directo: “Na TVI, tivemos vários formatos que foram fechados – Pedro, o Milionário e Survivor – e que correram bem. Neste caso, as pessoas estão numa grande expectativa para ver os protagonistas, especialmente quem acompanha o programa na SIC Mulher e que se habituou àquela narrativa e àquele ritual. Os que não conhecem vão querer descobrir. Isto é uma novela, todos os dias acontecem coisas”, concluiu.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close