Geral

Grécia encerra TV e rádio públicas

ERT

O governo grego anunciou esta tarde o encerramento imediato da ERT, empresa responsável pelo serviço público de rádio e televisão do país, no âmbito do plano de austeridade imposto pela Troika à Grécia.

Numa conferência de imprensa, o porta-voz do Governo, Simos Kedikoglou justificou a decisão dizendo que «a ERT é um caso de extraordinária falta de transparência e de esbanjamento». As emissões da ERT deverão cessar já esta noite, deixando 2700 trabalhadores no desemprego. Nos planos do Governo estará a formação de uma nova empresa pública de TV e rádio, com menor dimensão.

As organizações sindicais descreveram esta decisão drástica do executivo grego como um “golpe de estado”. Entretanto, depois de reunirem em assembleia-geral, os trabalhadores da ERT tomaram controlo das emissões e garantem que tudo farão para impedir o fim das emissões, anunciado para a meia-noite.

Vamos continuar a acompanhar os desenvolvimentos desta situação n’ A Televisão.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close