Cabo Geral

Cinema português na RTP Memória

RTP Memória

Já a partir de amanhã, o canal que revisita o passado da cultura e televisão portuguesas vai passar a exibir um filme português. Esta mostra de filmes portugueses começa com «A Severa», filme de 1931 e que marcou o início dos filmes sonoros em Portugal, que vai para o ar amanhã às 15h00.

[box_light]

Sinopse (A Severa)

Um filme que retrata bem os costumes populares e a sociedade de 1848, de onde ressaltam as aventuras de um jovem cavaleiro e fidalgo, D. João
Conde de Marialva, dividido entre dois amores: uma rapariga de sangue azul e uma cigana insinuante, a quem a lenda consagrou como fadista.

Da autoria de Júlio Dantas, com realização de José Leitão de Barros, este filme conta com um elenco de atores composto por: Dina
Teresa, António Luís Lopes, António de Almeida Lavradio, Ribeiro Lopes, Silvestre Alegrim, entre outros.

Nesta aposta em filmes portugueses faz parte também «Sangue Toureiro» de 1958, que passa  no dia 11, «O Pátio das Cantigas» dia 18, e «O Grande Elias» dia 25 de março. [/box_light] [box_light]

Sinopse (Sangue Toureiro)

“Sangue Toureiro”, realizado por Augusto Fraga em 1958, é um melodrama romântico sobre a trajetória do filho de um rico lavrador
que se deixa seduzir por uma bela fadista e pela vida boémia de Lisboa.

Para além da interpretação da Amália Rodrigues, este filme conta também com o desempenho de atores como: Raul Solnado, Diamantino Viseu,
Erico Braga, Carmen Mendes, Josefina Silva, Paulo Renato, entre outros.

[/box_light] [box_light]

Sinopse (O Pátio das Cantigas)

“O Pátio das Cantigas” de 1941, é uma das mais célebres e amadas comédias populistas do cinema português.

Convergência de grandes talentos da época, o filme de Ribeirinho, produzido pelo seu irmão António Lopes Ribeiro e pelos dois escrito de parceria com Vasco Santana, assenta acima de tudo num primoroso jogo de diálogos com duplos sentidos, e um irresistível sabor revisteiro, bem como num lote admirável de grandes comediantes. São eles: Vasco Santana, António Silva, António Vilar, Maria das Neves, Ribeirinho, Laura Alves, Graça Maria, Barroso Lopes, entre outros.

[/box_light] [box_light]

Sinopse (O Grande Elias)

Uma família modesta (pai, mãe e filha) recebe generosas quantias em dinheiro de uma tia do Brasil, que os julga ricos. Quando um dia chega a notícia da visita da tia do Brasil, tudo entra em polvorosa, no sentido de manterem a mentira. Um fabuloso jogo de equívocos e duplos sentidos, numa comédia inesquecível e que é uma referência do cinema português.

Realizado em 1950 por Artur Duarte, esta peça conta com as excelentes interpretações de António Silva, Milú, Francisco Ribeiro
(Ribeirinho), Humberto Madeira, Estevão Amarante, entre outros.

[/box_light]

 

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close