Geral

Canais nacionais enviam 28 pessoas para cobrir as provas

Os três canais generalistas enviaram, no seu conjunto, 28 pessoas para a cobertura jornalística dos Jogos Olímpicos de Pequim.


A RTP, que detém os direitos de transmissão da prova, é a estação com o maior número de profissionais na capital chinesa: 20 elementos, com a coordenação de João Pedro Mendonça, editor de desporto do canal, vão produzir conteúdos para os blocos informativos da rádio e televisão. Esta equipa é constituída por “nove jornalistas, cinco repórteres de imagem, dois editores, uma produtora e dois responsáveis técnicos”, explica a estação pública em comunicado.

No total, a RTP vai emitir um mínimo de 457,5 horas sobre a prova nas suas várias plataformas (RTP1, RTP2, RTPN, RTP Mobile e site RTP), não só com a transmissão dos eventos desportivos mas também com blocos de informação, a que são acrescidas as cerca de 15 horas diárias que são emitidas no canal de alta definição (RTP HD, na posição 10) disponibilizado na Zon TV Cabo.

Já a equipa de enviados especiais da SIC é composta por seis pessoas: dois jornalista, dois repórteres de imagem, um editor de imagem e uma produtora, refere Alcides Vieira, director de informação da SIC, em comunicado. A cobertura da prova desportiva será feita na SIC, a SIC Notícias e a SIC Online, canais que “vão acompanhar os Jogos Olímpicos em geral e a participação portuguesa em particular em todos os seus serviços noticiosos”, acrescenta o responsável.

Mais comedida é a TVI, que envia dois elementos a Pequim: uma jornalista e um repórter de imagem, que chegaram ontem à China. Uma das dificuldades que esta estação, assim como a SIC, vai ter de enfrentar é a proibição de aceder à conferências de imprensa da prova. É que apenas as estações que têm direitos de transmissão sobre os Jogos Olímpicos podem fazê-lo. Assim, as privadas vão ter de trabalhar fora da aldeia olímpica. O que não será um problema, assegura fonte oficial da TVI. “Certamente conseguirão cumprir a sua missão e tentar ultrapassar as dificuldades”, afirma a fonte. Pelo seu lado, a equipa da SIC está preparada para fazer, “além do acompanhamento dos jogos, um conjunto de reportagens sobre a China”, explicou Alcides Vieira.

Quanto a programas específicos sobre a prova, a RTP1 é a única que aposta neste formato, com um Jornal Olímpico, emitido diariamente na RTP1 às 18.00 e na RTP2 às 19.00. Já a RTPN vai emitir um magazine diário às 23.00, conduzido pelo jornalista Paulo Catarro. A RTP Mobile lançou também um canal exclusivo para o evento desportivo, que emitirá 24 horas de conteúdo sobre a prova, disponível na TMN.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close