Geral

CAEM impugnou o pedido da RTP e TVI de auditoria à medição de audiências da GfK

gfk-logo

gfk-logoA assembleia geral da CAEM (Comissão de Análise de Estudo de Meios) mostrou confiança no sistema de medição da GfK, que entrou em vigor em março do ano passado e já sofreu adaptações. E, no seguimento dessa confiança, foram chumbados os pedidos da RTP e da TVI para que fosse impugnada a decisão da CAEM de aceitar o sistema da GfK e para que fosse feita uma auditoria imediata àquela medição de audiências.

De acordo com um comunicado da CAEM, segundo avança o jornal Público, esta terça-feira de manhã a assembleia geral extraordinária do regulador do sector rejeitou «por maioria expressiva (85%) dos votos dos associados» o recurso da Media Capital (proprietária da TVI) e da RTP sobre as deliberações da comissão em 22 de março. Na altura, essas deliberações validaram expressamente o serviço de medição de audiências de televisão fornecido pela GfK e, desde então, as duas televisões de sinal aberto avisaram que iriam impugnar a decisão. Na reunião desta terça-feira foi também chumbada a proposta da RTP e da TVI de se realizar imediatamente uma auditoria vinculativa ao sistema de audiências da GfK.

Anteriormente, a CAEM, que agrega televisões, agências publicitárias e de meios, exigiu à GfK que mudasse o painel de lares e de espectadores de forma a obter uma representação mais fiel da população portuguesa. Essa revisão do painel, que demorou mais meses do que o previsto, acabou por só estar a funcionar em pleno há dois meses.

Após a reunião desta terça-feira, a CAEM espera que com esta decisão, por larga maioria, «fiquem de uma vez sanadas todas as dúvidas que ainda pudessem subsistir» para que o mercado televisivo e publicitário possam ter «o clima de confiança e estabilidade» fundamentais para o seu bom funcionamento.

  • Pedro R.

    A fraude das audiências é mais do que evidente. Obviamente que as agências de publicidade e meios aprovariam esta vergonha, porque lhes convém As audiências da RTP e da TVI foram deflacionadas, logo, o custo por anúncio baixa e a SIC que, administrativamente, passou de um 3º lugar para o 1º (felizmente e merecidamente, não por muito tempo, até porque era por demais escandaloso), pôde melhorar a situação financeira da Impresa que, nesta altura, é uma autêntica vergonha.

    • ..

      a sic ja estava em 2º lugar na marktest e bem perto da tvi..e quem es tu para dizer que as audiencias foram deflacionadas para a rtp e tvi, deves mesmo perceber do assunto, mais do que os proprios profissionais.. a sic tmb na marktest cresceu e dancin days ganha.. Será tao dificil encaixar a subida da sic nas audiencias? A situação financeira da tvi tmb não e muito boa, a media capital deve mais do que 100milhoes de euros.. numero vergonhoso..Veio uma noticia em que dizia que os anunciantes nunca confiaram tanto na medição de audiencias como agr, e se bem me lembro quando a marktest começou a medir as audiencias em portugal tmb esteve nesta situação da gfk, alem de que a marktest tambem teve e ainda bem recentemente audiençia 0 em varios momentos..

      • Pedro R.

        devemos ter google’s diferentes, seu idiota dos dois pontinhos.

        • camaro

          o idiota dos dois pontinhos e sic fanboy portanto e escusado ler o q ele diz

      • superf*da

        Maria A, is that you?

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close