Audimetria Semanal Geral

Audimetria Semanal (62)

audimetria_semanal2

A informação denotou algumas quebras na semana que passou. Se o “Jornal das 8” chegou a ser o programa mais visto dos últimos dias, “30 Minutos” não resistiu ao calor registado na terça-feira, e caiu nas audiências. O espaço da estação pública, que já ocupou o top dos cinco programas mais vistos do dia várias vezes, acabou por descer aos 7,3% de audiência média e 20,2% de share. Por outras palavras, a concorrência do final dos noticiários da concorrência e o início do seu horário nobre com os diários de “Peso Pesado” e os novos episódios de “Remédio Santo”, condicionaram a prestação de “30 Minutos”. É  a prova de que no verão, nem todos os telespetadores têm necessidade de contactar com as histórias destacadas neste formato.

Se, na RTP1, “30 Minutos” esteve abaixo da “linha amarela”, na RTP2 o noticiário “Hoje” surpreendeu. Com um público fiel, o espaço informativo do segundo canal tem fomentado os seus resultados, com ratings superiores a 3%, em alguns dias.

Num horário muito competitivo entre as privadas (22h00), a verdade é que a estação do Estado consegue impor-se frente a elas, e até em relação à RTP1. Não acredita? Por exemplo, na quarta-feira, “Hoje” atingiu os 8% de share, enquanto “Quem Quer Ser Milionário – Alta Pressão” (cujo episódio começou um pouco depois das 21h30), não foi além dos 18,7%. A diferença é significativa, contudo acaba por não sê-lo se tivermos em conta que SIC e TVI não competem com o primeiro canal nos meses quentes.

Principal adversário? RTP2 e Cabo.

A novela brasileira da estação de Carnaxide tem passado despercebida ao concorrer com “Sedução”, contudo na última semana foi registada uma vitória interessante. Com 6,5% de audiência média e 31,3% de share, “Araguaia” ultrapassou a produção de Rui Vilhena na quinta-feira.

É verdade que esta poderá ter sido uma exceção, contudo é de destacar que a novela da Globo tem vindo a crescer com os meses quentes. Sabendo que o público português fica acordado até mais tarde, “Araguaia” tem beneficiado dessa realidade, passando a ser mais competitiva no horário nas 23h30. Prevejo, portanto, que a produção emitida pelo terceiro canal consiga ganhar novos seguidores nos próximos tempos, e aproximar-se de “Sedução”.

Uma liderança não será para já registada, mas uma melhoria de resultados será bem provável.

Depois de destacarmos as vitórias do “Jornal das 8”, não é de desprezar a subida do “Jornal da Uma”. O noticiário da hora de almoço da estação de Queluz de Baixo registou uma audiência média bastante satisfatória na quinta-feira. Por outras palavras, e com 7,9% de rating e 33,1% de share, o “Jornal da Uma” foi o sexto programa mais visto do dia, tendo alcançado uma melhor performance que o “Telejornal” e o “Jornal da Noite”.

Será este um sinal de que a Informação da TVI está a melhorar, ou reflete simplesmente a aposta em noticias relacionadas com o óbito de Angélico Vieira? Independentemente da resposta, considero que ambas têm o seu “quê” de verdade e, como tal, devem ser consideradas numa possível conclusão.

Destaques da semana:

RTP1 – “Ribeirão do Tempo” – 4,5% de audiência média (terça-feira)

RTP2 – “Janela Indiscreta” – 4,5% de share (quarta-feira)

SIC – “Rebelde Way” – 25,4% de share (quinta-feira)

TVI – “Morangos com Açúcar” – 8,9% de audiência média (quarta-feira)

Estas foram as minhas escolhas para a semana que passou… e as suas, direccionam-se para que conteúdos televisivos?

Diga de sua justiça através dos comentários no site, ou no fórum d’A Televisão.

  • Tiago

    Nao sei se o valor do Jornal de Uma se deve apenas à morte de Angélico. Na minha visão está relacionado com os excelentes resultados de VTV que servem de excelente lead in para o jornal de almoço da tvi, porque na sexta feira o jornal liderou e bem e o funeral do Angélico tinha sido no dia anterior.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close