Geral

Actores portugueses na “fábrica dos sonhos”

Ricardo Pereira, Maria Vieira, Joaquim Monchique e Carla Andrino já estão no Brasil desde Agosto de 2008 a gravar a novela “Negócio da China”. A novela de Miguel Falabella, que estreou no Brasil a 6 de Outubro, conta com um núcleo português e com o actor Ricardo Pereira num dos papéis principais. Saiba qual é a opinião de dois daqueles actores, acerca da produção da novela e da vida na “cidade maravilhosa”.

Ricardo Pereira e Carla Andrino falaram ao jornal “Diário de Notícias” acerca da novela “Negócio da China” (que ainda não tem data para estrear, na SIC), bem como a vida no Rio de Janeiro.

“Fazer um segundo protagonista numa telenovela brasileira é maravilhoso, principalmente numa televisão como esta, onde nenhum estrangeiro tinha feito antes”, disse Ricardo Pereira ao jornal. “Fora do Projac tenho pouco tempo livre e só moro perto do Joaquim [Monchique] no Leblon. A Maria [Vieira] mora mais perto da Carla [Andrino] na Barra da Tijuca. Mas juntamo-nos em almoços, jantares, praia.”, acrescentou. Quanto ao Carnaval, “Devo desfilar numa escola e a trabalhar para a SIC por causa do primeiro aniversário do Episódio Especial com a Sofia Cerveira, a partir do Sambódromo. Também vou ter cá os meus pais.”.

Em relação ao regresso a Portugal para trabalhar, “O melhor é o que tenho feito desde há quatro anos, que é passar metade do ano em cada lado. O que me custa mais no nosso país é o pessimismo. Ainda hoje [segunda-feira] vi o noticiário da SIC e só se fala de problemas. Aqui sente-se menos a crise e as pessoas são mais optimistas por natureza”, disse o actor, acrescentando que a sua vida terá de passar sempre pelo Brasil, estando, actualmente, “à procura de casa aqui”.

E os paparazzi “Não vão propositadamente à minha procura. Ainda no outro dia saí de casa para ir ao supermercado e estava o Tom Cruise a sair do restaurante Sushi Leblon e estavam 50 jornalistas”, confidenciou o actor.

Depois de Carla Andrino ter feito a novela “A Outra”, na TVI, a actriz falou das semelhanças que existem entre as telenovelas portuguesas e as brasileiras da TV Globo, dizendo que “Estamos exactamente ao mesmo nível. As nossas telenovelas batem as da TV Globo em audiências há muitos anos. A única diferença é a dimensão e as cidades cenográficas que ainda não temos. Lá chegaremos. O empenho dos actores, a qualidade da escrita, tecnicamente é igual. Não noto diferenças. O ritmo também é igual. Sinto-me em casa”.

As gravações da novela terminam em Março e a possibilidade dos actores continuarem no Brasil para outros projectos pode concretizar-se.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close