Geral

Abelha Maia faz 100 anos

A popular série que marcou gerações estreou em Portugal em 1978, foi publicada pela primeira vez em 1912 pelo escritor alemão, natural de Hamburgo. Co-produzida pelo Japão, Ale manha e Áustria , quando adaptada a série de animação, nos anos 70,  foi dirigida por  Seiji Endô e  Hiroshi Saitô.

O livro “A Abelha Maia e as suas aventuras” foi publicado pela primeira vez em setembro de 1912 e vendeu até ao final da Primeira Guerra Mundial (1914-1918),  cerca de 90 mil exemplares.  Popular entre os soldados alemães na Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a obra atinge o auge da sua popularidade após a morte do autor, atingindo a marca de um milhão de exemplares vendidos.

A personagem de Bonsels foi adaptada para televisão em 1976, e é segundo Josef Gohlen, o ‘pai’ da série televisiva,  diferente daquela que surge no livro de Bonsels, tornando-se mais “emancipada e autoritária”.

Com estreia em Portugal em 1978  marcou uma geração de crianças da época, tendo o seu tema musical principal, interpretado por Ágata, que ainda hoje é recordado com nostalgia. Com continuação em 1982, acabou traduzida em mais de 40 idiomas por todo o mundo.

Para assinalar o centenário da estrela mundial, a televisão pública alemã ZDF vai produzir  78 novos episódios de “Abelha Maia” em três dimensões, que devem estar prontos  em 2013.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close