Famosos

Helena Laureano comenta mudanças entre privadas

Helena Laureano Rosa Fogo

Helena Laureano Rosa Fogo

Helena Laureano já trabalhou nas três generalistas, tendo iniciado o seu trabalho na estação pública, passando pela SIC e TVI por duas vezes já. Em declarações à NTV, a atriz fala destas mudanças, e daqueles que foram os principais fatores que a fizeram mudar de camisola durante os seus já longos anos de carreira.

Foi na SIC que a atriz diz que lhe «foi imposta» a novela O Olhar da Serpente (2002) e depois foi pela mão de José Eduardo Moniz e André Cerdeira que a ingressou no elenco de Ilha dos Amores, uma produção da Plural para a TVI. «Depois de dois anos de contrato com a Plural, chamaram-me da SIC», apesar de ter avisado «que estava a ser aliciada» e ter perguntado «como era», a resposta acabou por não chegar («ninguém disse nada») e a atriz aceitou mesmo fazer Rosa Fogo na SIC. De facto, o seu «contrato já tinha acabado e o trabalho era muito interessante».

Apesar da decisão que tomou, Helena Laureano disse mesmo: «eu ia para um sítio novo, que não conhecia, e não é que me apetecesse muito ir, mas…». A razão que a atriz aponta para o silêncio por parte da Plural é o facto de que «nunca pensaram que eu estava a falar a sério quando disse que tinha sido convidada para ir para a SIC».

Quanto aos dois anos que esteve por Carnaxide, Helena Laureano diz que: «por vezes, temos de fazer opções que não são as que queríamos», mas «arrependimento? Claro que não», pois «ir para a SIC foi uma experiência, foi porreiro, mas fui e voltei» novamente para a TVI. Recorde-se que atualmente Helena Laureano está já a gravar Belmonte, a nova novela da noite do canal e cuja missão será substituir Destinos Cruzados.

  • Ed

    acho bem. Há que trabalhar seja onde for e não se deixar levar por esquisitices. Se não tem contrato, nem trabalho numa estação que continue á procura. Acho bem este tipo de situações, agora ter contrato e quebrá-lo isso já é falta de respeito porque contratos de exclusividade exiguem bastante dinheiro por parte das estações.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close