Famosos

Daniel Oliveira fala da infância difícil

O apresentador que semanalmente apresenta novos convidados aos telespetadores com o seu programa «Alta Definição», em entrevista ao semanário SOL, falou da sua infância, adolescência e dos problemas familiares.

Na sua adolescência, aos 13 anos, apaixonado pelo futebol, venceu o campeonato nacional de xadrez. Daniel assume que ganhou esse gosto com o avô materno e revela ainda que «O xadrez ainda hoje me é importante, porque exige destreza mental. Ser campeão nacional aos 13 anos foi a minha primeira vitória.»

Nessa altura, o comunicador já vivia sob o cuidado dos avós e da tia e, primeiramente, com a mãe. Tempos depois, informa que ficou apenas com os avós maternos e com a tia devido aos problemas da sua progenitora relacionados com a droga.

Aquando da toxicodependência dos pais este diz que de nada se apercebeu afirmando que «Não há um momento. Não tinha termo de comparação com outra vida, aquela era a minha realidade.» Porém, crescendo neste mundo, afirma que era muito protegido. Diz ainda que «Foi uma realidade com a qual convivi, mas nunca senti que aquilo era definitivo, que ia condicionar toda a minha vida.» O mesmo conta que nunca se sentiu culpabilizado pela situação.

Apesar de uma adolescência difícil, foi isso que o levou a interessar-se pela televisão e, aos 16 anos, juntar-se à SIC.

  • Daniel

    E continua… dura e dura… deviam lançar um novo tipo de pilhas

/* ]]> */